Header Ads

4 verdades sobre a maneira de Deus amar


“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna.” (João 3:16)

É muito fácil amarmos aqueles que nos amam. Jesus diz, em Mt 5.46: “Pois se amardes quem vos ama, que recompensa tereis? Os publicanos não fazem o mesmo?”. Você já parou para pensar nisso? Agora, pense, além de amar seus inimigos, você tendo que dar o que tem de mais valioso. Por exemplo, você tem um único filho. Você daria?

Antes de você responder, vamos fazer algumas considerações: Imagine você tendo que dar seu filho pelo: Adolph Hitler, Osama Bin Laden, Fernandinho Beira-mar, Suzane Von Rithstophen ou pelos políticos de Brasília. Qual seria a sua reação? Para dar um filho, por eles, bem como por todo o mundo, é preciso amar muito, sem julgar essas pessoas. Afinal, todos somos maus. Em João 3.16, encontramos quatro verdades sobre a maneira pela qual Deus ama:

1ª. Verdade:

Deus ama de maneira abrangente. "Porque Deus amou o mundo(...)". O amor de Deus é "globalizado". Foi isso que Jesus disse para Nicodemos (Leia João 3). Imagine a reação daquele homem, quando ouviu da boca do Messias que o Deus de Israel ama todo mundo? Deus não é como nós que, muitas vezes, amamos só algumas pessoas, que fazem parte do nosso convívio. (Fp 2.6-8, Dt 10.17, 1 Jo 4.8).

2ª. Verdade:

Deus ama de maneira especial. "de tal maneira". Não foi de qualquer jeito que Deus nos amou: foi de uma maneira especial. O Apóstolo Paulo fala da situação em que estávamos, quando Deus nos amou: "Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós ainda sendo pecadores." Rm 5.8. Ele nos ama independentemente do que fazemos. Ele não depende nós (Ef 2.5; 1Jo 4.19).

3ª. Verdade:

Deus ama de maneira sacrificial. "que deu seu Filho unigênito". Deus deu o que tinha de melhor a favor da humanidade: Jesus Cristo, o Salvador. Em 1João cap. 2.2, vemos que: "ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro". Cristo é o sacrifício que afasta a ira divina (Almeida Século 21).

4ª. Verdade:

Deus ama de maneira recompensadora. "para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna". Jesus ressalta que é preciso nascer de novo para se ver o Reino de Deus. A fé que é depositada no Filho, através da Palavra (Rm 10.17), produz vida eterna. Quem crê no Filho tem a vida eterna (1 Jo 5.12):“Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida”.

Caro leitor, veja o quanto Deus o ama! Se você ainda não recebeu Jesus Cristo como Salvador e Senhor da sua vida, tome essa decisão o quanto antes, pois é um único meio para alcançar a salvação.
A você que vive a experiência do novo nascimento, Deus o chama para proclamar o Evangelho. A dizer ao mundo que Deus o ama. Para cumprirmos o que nosso Senhor nos ensinou:

“E disse-lhes: Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura”. (Mc 16.15).


Fonte:
Andrei Charlei Sampaio Soares - Seminarista

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.