Header Ads

Você entende o que lê ?

Leonardo Macambira

Os discípulos haviam se esquecido de levar pão, a não ser um pão que tinham consigo no barco. Advertiu-os Jesus: “Estejam atentos e tenham cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes”. E eles discutiam entre si, dizendo: “É porque não temos pão”.(Marcos 8:14-16)

Às vezes os discípulos parecem quase cômicos. E seriam, se não estivessem envolvidos no plano eterno de Deus para a salvação da humanidade. Quantas vezes nós não trocamos o sentido das palavras de Jesus? Jesus usa uma figura e nós interpretamos literalmente.

Ele fala algo bastante objetivo e nós entendemos num sentido figurativo. Há uma tendência de pensar em certas questões de interpretação, aparentemente insignificantes, como sem importância.

O fermento é também algo que, a julgar pela aparência, é insignificante. No entanto, foi sobre justamente sua influência discreta que Jesus tentou alertar os discípulos.

Não basta ler a Bíblia com sinceridade. Temos que interpretar a Palavra de Deus conforme ela foi dada. Quando ela ensina algo figurativo, temos que interpretá-lo assim.

Quando há algo literal,temos que colocá-lo na prática. Senão,aos poucos, a maldade vai entrando em nossas vidas. Se levarmos a sério as palavras de Jesus, elas nos mostrarão o caminho da vida.
ORAÇÃO: Santo e eterno Pai, precisamos cada vez mais da sabedoria lá do alto. Queremos compreender e praticar tudo que Jesus nos ensinou. Ajude-nos a compreender as palavras de seu Filho. Que possamos não só entendê-las, mas, colocá-las na prática dia após dia.
Em nome de Jesus oramos.

Amém.

Comentários de PC@maral:

Sempre que leio este texto fico imaginando a cara que Jesus fez ao ouvir a conversa dos discipulos. E concordo, deve ter sido hilário e ao mesmo tempo trágico pois eles não entenderam a mensagem dada por Jesus. Boa mensagem para os dias atuais.
Deus te abençoe!
Alguns anos mais tarde:
“Um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Dispõe-te e vai para o lado do Sul, no caminho que desce de Jerusalém a Gaza; este se acha deserto. Ele se levantou e foi. Eis que um etíope, eunuco, alto oficial de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todo o seu tesouro, que viera adorar em Jerusalém, estava de volta e, assentado no seu carro, vinha lendo o profeta Isaías. Então, disse o Espírito a Filipe: Aproxima-te desse carro e acompanha-o. Correndo Filipe, ouviu-o ler o profeta Isaías e perguntou: Compreendes o que vens lendo? Ele respondeu: Como poderei entender, se alguém não me explicar? E convidou Filipe a subir e a sentar-se junto a ele. Ora, a passagem da Escritura que estava lendo era esta: Foi levado como ovelha ao matadouro; e, como um cordeiro mudo perante o seu tosquiador, assim ele não abriu a boca. Na sua humilhação, lhe negaram justiça; quem lhe poderá descrever a geração? Porque da terra a sua vida é tirada. Então, o eunuco disse a Filipe: Peço-te que me expliques a quem se refere o profeta. Fala de si mesmo ou de algum outro? Então, Filipe explicou; e, começando por esta passagem da Escritura, anunciou-lhe a Jesus. Seguindo eles caminho fora, chegando a certo lugar onde havia água, disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que seja eu batizado? {Filipe respondeu: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.} Então, mandou parar o carro, ambos desceram à água, e Filipe batizou o eunuco.”

Atos 8:26-38

Separei esta longa passagem para mostrar através da Bíblia como deve ser o procedimento diante de textos que não compreendemos de imediato. Ao invés de tirarmos conclusões, que muitas vezes acabam fora do contexto, devemos sim pedir ajuda ao Espírito Santo para que nos abra o entendimento ou que nos mande alguém para nos dar a explicação correta.

Lembre-se sempre: Quando em sua mente esta pergunta for constante: “Você entende o que lê?” Devemos seguir o exemplo dado pelo eunuco. Então a sua e a minha resposta deve ser: “Como poderei entender, se alguém não me explicar?”







Fonte: leomarcasdecristo.blogspot.com com comentários de PC@maral ao final do post original.



***

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.