Header Ads

Nossos três inimigos!

Ricardo Radighieri Rascado


A palavra de Deus afirma que nos últimos dias seriam tempos trabalhosos!
"Evitai que alguém retribua a outrem mal por mal; pelo contrário, segui sempre o bem entre vós e para com todos. Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não apagueis o Espírito. Não desprezeis as profecias; julgai todas as coisas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal. O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará".(I Tess 5:12-24).
A igreja enfrenta desafios de proporções desastrosas! O ataque do inimigo hoje é tão sutil que quando percebemos já é tarde! O mundo infiltra-se na igreja, tornando difícil percebermos a diferença entre os valores defendidos pela igreja e pelo mundo.

Em todos os lugares o que vemos é carnalidade; as bancas de jornais mostram pornografia descaradamente, TVs e filmes mostram a sensualidade como uma coisa banal do dia a dia. Isso tudo gera o que denominamos de mente aberta: e essa mente aberta acaba aceitando muita coisa sem questionar, inclusive na esfera religiosa.

Então começamos ver uma mistura do cristianismo com espiritismo e hoje até com rituais de magia negra com sessão do descarrego e tudo mais. Por outro lado, encontramos dentro da igreja guerreiros despreparados para lutar contra essas coisas. Desconhecem o seu inimigo e as armas que usam para vencer essa luta não são espirituais e se tornam armas carnais.

Paulo nos advertiu que não teríamos que lutar contra carne ou sangue, mas que teríamos que lutar contra os principados e potestades. Então focalizam suas armas nas coisas visíveis: na moda, na televisão e nos locais públicos. Se existissem mosteiros evangélicos, um lugar onde esses crentes poderiam se refugiar estaria abarrotado de gente.

O que temos que fazer para enfrentar esse mundo não é fugirmos do mundo, é conhecermos nosso inimigo! Nenhum exército vence alguma batalha enquanto não conhece seu inimigo. Nenhum exército vence batalha fugindo, mas sim enfrentando o inimigo! E os 3 inimigos do crente são: o mundo, a carne e o diabo!

Existem os crentes extremistas que conseguem enxergar o diabo em todas as coisas. Tudo que acontece de errado é obra do cão! Não analisam suas decisões erradas, suas culpas.... a culpa é sempre do diabo.

Há crentes que colocam a culpa na carne.... a carne é fraca! Deus sabe das minhas limitações.... eu não consigo resistir.

E há aqueles que colocam a culpa no mundo, justificam que hoje é muito difícil ser Cristão e coisas como essas.

Os três modos de enfrentar estão errados, porque lutam com armas carnais e não com armas espirituais.

É por isso que a igreja de Cristo para ser vitoriosa deve conhecer seu adversário. É impossível, por exemplo, expulsar a carne do irmão... as vezes o pecado dele é de rebelião... ele não se submete as autoridades, não aceita a correção do Pastor ou da própria palavra. E isso não conseguiremos expulsar, isso é falta de caráter, falta nascer de novo!

Outros tentam controlar vícios por suas próprias forças, quando na verdade precisam de libertação, pois encontram-se escravizados por demônios. Sem a ajuda de Deus é impossível vencer o diabo. Não vencemos o diabo na nossa força, mas no nome de Jesus.

O que falta então é discernimento para a igreja. E muitas vezes pecamos por falta de conhecimento. Tem muito crente andando na carne, achando que é espiritual. Crente sendo governado pela sua própria vontade achando que está no centro da vontade de Deus. O grande problema é que sem que haja o novo nascimento, ou sem que retornemos ao primeiro amor é impossível vencer esses inimigos.

Um monte de regras para serem obedecidas apenas manterão uma casca cristã. Mas se o interior não estiver transformado... seremos sepulcros caiados... bonitos por fora e podres por dentro. Se deixarmos de reconhecer as marcas do mundo (suas idéias, seus costumes, suas filosofias) dentro da igreja como conseguiremos ser luz no mundo e sal na terra?

Se as ciladas de satanás penetram facilmente em nossos corações como vamos resistir no dia mau que se aproxima? Para vencermos esses inimigos precisamos começar a lutar de dentro para fora. Precisamos antes de mais nada ser cheios do Espírito Santo.

Quando aprendermos a vencer nós mesmos, nosso egoísmo, nosso eu (a cobiça da carne). Quando vencermos nossos desejos e ambições por reconhecimento humano (soberba da vida), por coisas terrenas, materiais (cobiça dos olhos). Então começamos a ser crentes espirituais.... então estamos preparados para sermos usados pelo Espírito Santo e começarmos a dar trabalho ao diabo.

A igreja vitoriosa é aquela cujos membros já negaram a si mesmos, já deixaram pai, mãe, irmãos e irmãs para seguirem Jesus, e então dia a dia podem vencer o diabo. Quando nos tornarmos verdadeiramente espirituais.... aprenderemos que para vencer nossos três inimigos... temos que usar armas espirituais e não carnais.

***

Texto adaptado por PC@maral.

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.