Header Ads

Ouse pensar diferente... daremos um jeito em você

Por Theo Pimenta

Você já se sentiu como o personagem desta ilustração?

Nunca havia experimentado tal sensação até começar a pensar, ponderar e manifestar discordâncias com relação ao sistema religioso vigente nas igrejas evangélicas atuais. Parece que não há espaço para opiniões e pensamentos divergentes daqueles preconizados e ensinados pelo sistema religioso local. É necessário que todos pensem igual, ajam do mesmo modo e concordem com tudo o que o líder religioso ensina utilizando-se da bíblia para tal, caso contrário, esta pessoa começa a ser vista como "alguém do mal".

A qualquer possibilidade de ameaça que você gere contra o sistema vem logo uma intimidação:
"olha, cuidado com a rebeldia", "não toques no ungido so Senhor, lembre de Davi...", "não ouse se levantar contra o escolhido de Deus" e demais frases intimidatórias utilizadas para amedrontar.
Frequentemente ouvimos maldições proferidas de cima de púlpitos por ditos "servos do Altíssimo" sobre pessoas que pensam diferente do que o ensinado pelo sistema. E o pior é que usam a bíblia para embasar suas maldições. Isso mesmo. Isto é repugnante e totalmente contra o mandamento no qual Jesus resumiu todos os demais:
"Amai a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a você mesmo".
Infelizmente o que temos visto dentro das igrejas é isso:
"ou você pensa igual e defende nosso código de conduta ou damos um jeito de jogá-lo na fogueira e qualificá-lo como rebelde".
Para o líder é fácil fazer isso, pois ele tem o microfone e o respeito da maioria.

Pergunto:

- Isso é amor ao próximo? Jesus agiria assim?

- Será que Jesus atacaria ou amaldiçoaria alguém que ousasse discordar de seus pensamentos?

- Será que Jesus gostaria de nos ver amaldiçoando aqueles que não aceitam doutrinas e pensamentos que defendemos como bíblicas e corretas? Ou será que Ele gostaria que apenas amássemos essas pessoas?

- Até quando vamos matar pessoas que não aceitam nossas "verdades absolutas e imutáveis"?

Pense na sua resposta.
Temo que a igreja está caminhando para o contrário do que Jesus ensinou no evangelho.

Temo que líderes eclesiásticos estejam mais preocupados com códigos de conduta de suas igrejas do que com o amor às vidas.

Temo que alguns líderes estejam mais preocupados em alcançar a tão pregada prosperidade do que em cuidar de órfãos e viúvas.

Temo que os interesses pessoais de líderes atuais estejam acima dos interesses do Reino.

Temo que a igreja esteja fazendo, muitas vezes, um desserviço ao Reino.

Temo que a motivação de muitos líderes seja errada.

Temo que líderes tem ensinado aquilo que é conveniente para encher suas igrejas.

Lamentavelmente este é o panorama da igreja evangélica atual.

A religião tem sido mais adorada e honrada do que o próprio Deus.

Participei de uma cerimônia de ordenação em uma determinada denominação. Não pude deixar de observar que na declaração de lealdade a ordem era: primeiro ao pastor, segundo a igreja e seus interesses e em terceiro a Deus. Isso me impactou.

Enquanto agirmos dessa forma estaremos enganando a nós mesmos. Estaremos alimentando nosso próprio ventre e deixando de lado as prioridades do evangelho.
Diante disso tudo concluo:

FUJA DA RELIGIÃO, FUJA DOS MAUS LÍDERES, FUJA ENQUANTO HÁ TEMPO...

VIVA O EVANGELHO E A LIBERDADE PARA QUAL O SENHOR JESUS NOS CHAMOU...

Vale a pena não compactuar com as mentiras da religião e defender as verdades do evangelho, mesmo que para isso você seja empurrado para a fogueira...

***

Fonte: Theo postou no Evangelho e Religião e Genizah divulgou. - PCamaral também divulga pois pensa da mesma forma que os dois citados na fonte!

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.