Header Ads

Cadê a Bíblia?

Alan Rocha


Quando rei Josias começou a reinar, o povo de Judá vivia em terrível decadência moral e espiritual. Sabe o porquê? Porque os líderes que o antecederam, por descuido e desprezo, haviam perdido a única "Bíblia" que exista naquela época, chamada de “o livro da lei”. Por isso, a “escola bíblia” daquele tempo deixou de funcionar e o povo já não recebia nenhuma orientação ou ensino bíblico.

Isso levou o povo de Judá a se afastar de Deus, abandonar o templo e a praticar todo tipo de perversidade. Chegaram ao ponto de adorar outros deuses e até mesmo sacrificarem os próprios filhos a eles. Como bem falou Deus através do profeta Oséias: O meu povo está sendo destruído por falta de conhecimento (Os 4:6).

Ao assumir o trono, uma das primeiras atitudes de Josias foi ordenar uma grande reforma e uma minuciosa limpeza do templo abandonado. Hilquias, o sumo sacerdote, estava cuidando das obras, quando, levou um grande susto ao encontrar o tal "livro da lei", que estava até então lá dentro do templo e ninguém sabia. Que preciosa descoberta! Hilquias se apressou em comunicar ao rei.

Com aquela Bíblia nas mãos, o piedoso rei de Judá, se emocionou e subiu à casa do Senhor, e com eles todos os homens de Judá… e leu aos ouvidos deles todas as palavras do livro... E o rei se pôs em pé junto à coluna, e fez o concerto perante o Senhor, para… guardarem os Seus Mandamentos, com todo o coração e toda alma, confirmando as palavras deste concerto, que estavam escritas naquele livro. (II Reis 23:2 e 3).

Que cena maravilhosa: o rei tomou o livro que foi lido perante o povo e a influência transformadora da palavra inspirada se fez sentir de forma espantosa na vida de todo povo. A mudança foi imediata, Judá se afastou por completo de tudo quanto desagradava ao Senhor: Feiticeiros, adivinhos, ídolos e todas as práticas abomináveis que tinham aprendido com os pagãos, pois, todas estas coisas, eram condenadas por aquele livro sagrado.

O que essa bela história nos ensina? Ela nos ensina a importância do conhecimento bíblico na vida das pessoas, tanto individualmente, quanto na coletividade. Longe dos princípios bíblicos, as pessoas se corrompem, se distanciam de Deus e se desviam da justiça. Mas, retornando à palavra de Deus, estudando-a e assimilando os seus ensinos, elas se arrependem de suas rebeldias e voltam-se com humildade ao Senhor em busca de perdão. Está é uma verdade incontestável!

Entretanto, nos preocupa vermos o desprezo crescente dos cristãos pela a palavra de Deus. Um dos sintomas mais notável disto é desinteresse pela Escola Bíblica. Há muitas igrejas evangélicas no Brasil que não acreditam mais na Escola Bíblica e já a abandonaram completamente. Perceba que a Bíblia está sendo desprezada, assim como foi nos dias que antecederam o reinado de Josias.

Como podemos negligenciar tão maravilhoso livro, quando sabemos que a nossa salvação está baseada em suas preciosas promessas? Que Deus nos ajude a reencontrar sua palavra e que possamos viver um grandioso avivamento em nos dias, como aquele vivido nos dias do rei Josias.

***

Fonte: devocional de autoria do pastor Alan Rocha a divulgado no PC@maral

2 comentários:

  1. A Bíblia é o bem mais precioso da humanidade. Ensinar a Bíblia na igreja é fundamental.

    Aqui na Igreja Presbiteriana Bela Jerusalém temos escola Bíblica planejada para que as pessoas sigam uma sequência e dentro de alguns anos tenham um bom conhecimento da palavra.

    Eu sou um fruto dessa EBD. Hoje eu sou professor e a Bíblia fez uma grande diferença em minha vida!!

    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  2. A Bíblia Sagrada é nossa única regra de fé e prático. Se a fé vem pela pregação, e pela pregação da palavra de Deus, como podemos pregar sem conhecer ou estudar a Bíblia?

    É muito preocupante, os crentes não se deram conta que quanto menos conhecem a palavra mais dependentes de homens eles se tornam, e desta forma acabam escravos de homens inescrupulosos que fazem uso dessa falta de conhecimento para dominar suas vitimas.

    Escola Bíblica neles!

    Excelente artigo, parabéns!

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.