Header Ads

Ele entrou no meu lugar!

Fernando dos Santos Duarte


Ninguém gosta de ser substituído. Quando brincávamos de futebol na aula de educação física (no Rio de Janeiro) e ouvíamos o professor chamar e pedir para sair, era quase impossível disfarçar a frustração. Era muito difícil mesmo, e eu particularmente nunca fui um craque de bola, mas jogava o suficiente para ajudar o time. Sempre achei que o meu professor era injusto comigo quando gritava o meu nome e dizia: “Fernando, senta aí um pouquinho...” Aquela aula já perdia a graça pra mim, no final eu ia embora chateado. Ninguém gosta de perder o lugar, essa é a verdade.

Mas, nesta oportunidade, gostaria de pensar numa substituição que aconteceu há mais de dois mil anos atrás. Onde a humanidade já não possuía recursos para sair da escuridão das trevas e já estava condenada a morte: Pois todos pecaram e carecem da Glória de Deus (Rm 3:23). Um homem justo entrou em nosso lugar. Essa substituição era única, ninguém poderia entrar em nosso lugar a não ser Jesus Cristo. Existia uma sentença de morte para todos nós, a barreira que era intransponível para o homem Ele a ultrapassou, nos justificando. Ao entrar em nosso lugar na cruz Ele nos trouxe a vida.

Jesus Cristo não era merecedor da cruz, mas por amor Ele nos substituiu naquele madeiro. Essa atitude mudou a história, nós estávamos condenados à morte devido aos nossos pecados. Sendo assim: Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças; contudo nós o consideramos castigado por Deus, por Deus atingido e afligido. Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniqüidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. A morte de Jesus Cristo foi um marco na história do homem, resgatando toda a humanidade do poder da morte. Essa substituição muito nos alegra, pois se Cristo não tomasse o nosso lugar, não poderíamos estar aqui hoje.

Devemos a Jesus Cristo a nossa vida, dessa forma agradeçamos a Ele todos os dias pelo seu grande amor por nós. Nós não temos como devolver o que foi feito por nós. Mas podemos agir com gratidão se devolvermos a nossa vida para aquele que um dia nos substituiu. Merecíamos a morte, éramos escravos e não tínhamos direito a nada. Jesus Cristo nos deu o direito à vida, nos libertou e nos garantiu a vida eterna. Com essa demonstração de amor foi que Cristo nos comprou, somos d’Ele, pois nos resgatou quando ainda éramos pecadores. Quero dizer-te obrigado Jesus por ter me substituído!

***


Fonte: Devocional de autoria do Pastor Fernando dos Santos Duarte divulgado no PC@maral.

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.