Header Ads

Ninivitas em toda parte

Ismael Narcizo


"E veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo": (Jn 1:1).

Deus tem uma importante palavra para nós. Trata-se de um trabalho urgente que se encaixa no perfil de nossa habilidade e possibilidade. Ele quer que preguemos o Evangelho de Jesus, sua salvação, e volta à essa terra. Como nos tempos do profeta Jonas, o mundo encontra-se em pecado, na rota de colisão com o fogo do inferno. O mundo precisa saber do risco que corre, antes que seja tarde demais. Para cumprir essa missão, Deus nos alista e capacita, como fez com Jonas, mesmo que seja no ventre de um peixe.

Jonas foi chamado por Deus para pregar sua palavra na grande cidade de Nínive. Uma cidade maliciosa, pecadora, com baixíssimo nível moral. Deus queria salvá-la. Jonas deveria obedecer imediatamente. Mas ele simplesmente se negou. Fugiu. Escondeu-se num navio. Se os ninivitas dependessem da voluntária pregação de Jonas, estariam em lençóis e cobertores de fogo. Sua omissão soava como: sinto muito Deus, isso não me convêm fazer.

Jonas não entendeu o chamado misericordioso de Deus. Estava submerso em si mesmo. Tomado de ira e sede de vingança, não quis “nem saber”. Foi dormir no porão, e por incrível que pareça ele conseguiu dormir profundamente. Foi quando o despertaram em meio a uma tempestade, preste a despedaçar o navio. Lançaram sorte, e descobriram o sortudo azarado. Jonas era o culpado pela tormenta. Foi lançado no mar e engolido por um peixe. Foi fazer uma viagem ao fundo do mar.

Essa viagem durou, três dias, e três noites. Em águas profundas. Com fome, sede e muito medo. Sem saber o que viria, gritou pelo socorro de Deus. Então Jonas, do ventre do peixe orou ao Senhor, seu Deus e disse: Na minha angustia clamei ao Senhor e Ele me respondeu. Gritei do ventre do abismo. (Jn 2:1,2). Falou pois o Senhor, ao peixe, e estes vomitou a Jonas na terra (10). Fim da viagem. Agora sim, estava obediente, e fez o que devia ter feito: pregar a palavra do Senhor. Toda aquela grande cidade arrependeu-se e converteu-se a Deus.

Hoje, mais do que naquela época, há ninivitas em toda a parte. O Chamado de Deus continua o mesmo. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações... (Mt 28:19). Mas infelizmente no agitado mar da vida, há muitos dormentes, nos porões da indiferença. Construindo e comprando materiais, altamente inflamáveis ao fogo do juízo divino. Essa tarefa é minha e sua. Não diga que não pode. Não sabe. Não diga que é novo ou velho demais. Diga sim, ao Senhor. Ele nos faz hábeis, aptos e ungidos para tal. A misericórdia de Deus continua a mesma para com os que ainda chamam o direito de esquerdo, e o esquerdo de direito. E veio a palavra do Senhor outra vez... Vai à cidade de... e prega (Jn 3:1,2).

***

Fonte: Devocional de autoria do Pastor Ismael Narcizo divulgado no PC@maral.

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.