Header Ads

De Fé em Fé

"visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé". Romanos 1:17

Você se considera uma pessoa justa? Pense... Se sim ou não, qual padrão você usou para chegar a sua resposta? O que nós podemos fazer para nos tornarmos mais, ou menos justos diante de Deus? Você já pensou nisso? Esse é o tema central da carta de Paulo aos Romanos.

Depois de deixar bem claro que não tinha vergonha do evangelho (Rm 1:16), o apóstolo segue sua carta tocando justamente neste tema: a justificação pela fé. Ele diz: Pois a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá pela fé (v.17). Esse versículo é a chave para a compreensão de todo o restante desta epístola.

Como entender a justiça de Deus? Paulo fala sobre “justiça de Deus”. Esta expressão pode tanto significar a “posição justa” dada por Deus, ou, o “caráter justo” que pertence a Deus. Ao invés de um ou outro, preferimos os dois significados combinados; ou seja, a justiça de Deus que se revela no evangelho, é tanto a justiça pessoal de Deus, como também a justificação que ele dá aos pecadores, declarando-os e aceitando-os justos diante dele.

A bem da verdade é que a palavra “justiça”, ou pelo menos a prática dela, está meio que fora de moda, atualmente. Assistimos, diariamente, uma série de injustiças sendo cometidas em todos os lugares e, de toda a sorte de procedências. Todavia, independente disso, você, jovem, pode se alegrar. Você serve um Deus justo! Um Deus que não tem dois pesos e duas medidas. Um Deus que não tolera a injustiça. E mais: um Deus que, no momento em que você recebe a seu Filho Jesus como Senhor e Salvador de sua vida, o declara justo. E isso, não por causa de você mesmo, mas por causa do que Cristo fez por você na cruz.

Como provar a justiça de Deus? Mas, como essa justiça é revelada? O texto diz: pela fé. Uma tradução alternativa seria: “a partir da fé”, sugerindo que a fé é a procedência e a maneira pela qual alcançamos a justiça de Deus. Paulo reforça este argumento citando um texto do Antigo Testamento. Ele diz: Como está escrito: O justo viverá pela fé. Deus, através do seu Filho Jesus, nos faz justos aos olhos dele, quando, pela fé, colocamos a nossa confiança em Cristo como Salvador. De fé em fé, sugere, conforme a tradução da Bíblia Viva, que esse processo é realizado pela fé, do início ao fim.

Então, não é por fazer isso ou aquilo que você se torna justo diante de Deus. Isso só é possível pela fé. É um ato da misericórdia divina. Só é possível, por causa do sacrifício de Jesus. Tudo o que fazemos para Cristo, através da obediência dos seus mandamentos, é, e se não estiver sendo deveria ser, fruto do nosso amor e gratidão por tudo o que ele nos fez! A idéia é: somos justos, e em gratidão ao que ele fez, precisamos viver como tal. É a gratidão que deve nos mover a fazer algo por Deus, do contrário, estaremos indo de encontro ao conceito do evangelho.

De fé em fé,

***

Fonte: Eleilton William de Souza Freitas divulgado no PC@maral

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.