Header Ads

O que acontece quando um cristão peca?


Quando o cristão peca, sua posição legal perante Deus permanece inalterada. Ele ainda assim é perdoado, "pois já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus" (Rm 8.1). A salvação não se baseia nos nossos méritos, mas "é dádiva gratuita de Deus" (Rm 6.23), e a morte de Cristo sem dúvida nenhuma expiou todos os nossos pecados — passados, presentes e futuros; "Cristo morreu pelos nossos pecados" (1Co 15.3), sem distinção. Em termos teológicos, conservamos assim nossa “justificação” e nossa “filiação” (I Jo 3:2).

Quando pecamos, ainda que Deus não deixe de nos amar, ele se desgosta conosco.(Mesmo o homem pode amar alguém e ao mesmo tempo se desgostar com esse alguém, como qualquer pai pode confirmar, ou qualquer esposa, ou qualquer marido.). Paulo nos diz que os cristãos podem "entristecer o Espírito de Deus" (Ef 4.30); quando pecamos, lhe causamos pesar e ele se desgosta conosco. O autor de Hebreus nos lembra que "o Senhor corrige a quem ama" (Hb 12.6, citando Pv 3.11-12) e que o Pai espiritual [...] "nos disciplina para aproveitamento, a fim de sermos participantes da sua santidade" (Hb 12.9-10). Nossas ações pecaminosas interferem no nosso nível de recompensa futuro (II Co 5:10; I Co 3:12-15).

Embora o cristão genuíno que peca não perca a sua justificação ou adoção perante Deus, convém deixar bem claro que a mera associação a uma igreja evangélica, a mera conformidade exterior aos parâmetros “cristãos” de conduta esperados, não garante a salvação. Especialmente em sociedades e culturas em que para as pessoas é fácil (ou mesmo natural) ser cristão. Existe a possibilidade real de que alguns, que na verdade não nasceram de novo, entrem na igreja. Se essas pessoas acabam, cada vez mais, revelando desobediência a Cristo na sua conduta, não devem se deixar iludir acreditando que ainda contam com justificação ou adoção na família de Deus. É possível uma pessoa estar na igreja e não ser genuinamente cristã (Gl 5:19-23; Mt 7:23; I Jo 2:4).

Fonte:
Teologia Sistemática de Wayne Grudem, Ed. Vida Nova


3 comentários:

  1. Muito bom texto Paulo, pode até ser o tema do Biap de Junho!

    Pode ser até tema pra debate!

    ResponderExcluir
  2. o senhor tem mais material sobre esse tema

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este texto tem como base o livro - Teologia Sistemática de Wayne Grudem. Deste autor tenho outros artigos - digite wayne grudem na busca interna do blog para acessar outros textos.

      Obrigado pela visita e pelo comentário. Deus o abençoe!

      Excluir

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.