Header Ads

Não é Fácil


Senhor, meu Deus, a minha oração fluiu assim:

Não é fácil, Senhor, dizer sempre sim à Tua vontade, embora sabendo que é a melhor escolha, quando o meu “ego” reclama manhosamente para dominar.

Não é fácil escolher as coisas certas, se o mundo ao redor diz: “Ninguém é perfeito” ou “todos fazem coisas erradas”.

Não é fácil levar a vida a sério, quando as distrações são em enormes quantidades.

Não é fácil testemunhar da Tua graça, quando a maioria escolheu os prazeres e adotou um espírito crítico à espiritualidade.

Não é fácil descobrir os Teus planos, Deus amado, quando estou diante das dificuldades e tudo me parece contrário.

Não é fácil arrumar um tempo para ouvir a Tua voz através do Teu Livro Santo, se a vida quer esponjar todo o meu tempo.

Não é fácil chamar-Te de Pai, quando muitas vezes, o meu desejo não é comportar-me verdadeiramente como filho.

Não é fácil trabalhar para Ti, em total abnegação, quando a minha natureza quer férias permanente.

Não é fácil decidir por mudança de vida hoje, quando é muito mais cômodo deixar para amanhã.

Não é fácil ajoelhar-me diante de Ti, quando é muito mais fácil ficar em pé e ensimesmado.

Não é fácil optar pela partícula do Teu pão, quando o mundo me oferece um banquete gratuito.

Não é fácil glorificar exclusivamente ao Teu nome, quando há tantos ídolos de carne e osso a minha volta.

Não é fácil comprometer-se intensamente ao Teu propósito, quando isto significa perda de amigos e parentes.

Não é fácil escolher a simplicidade do Teu altar, quando há tantos lugares com “efeitos especiais”.

Não é fácil escolher Jesus como único caminho, quando há tantos outros naturais, bem filosofados, sem cobrar qualquer renúncia.

Não é fácil adorar-Te em espírito e em verdade, quando há tantas ilusões visíveis e apalpáveis bem perto de mim.

Realmente, tudo isto não é fácil quando quero vencer com as minhas forças. Mas na dependência do Seu amor e poder, sou sempre mais que vencedor.

E quando olho para Jesus, Sua via sacra, Sua coroa de espinhos, Seus pregos, Seu total desprezo, Sua sede, ... Sua Cruz. Então, me calo e me humilho porque reconheço que tudo isto foi feito em meu lugar, e a minha renúncia, por maior que seja, é infinitamente menor que o Seu calvário. E, na força da minha fé, me alegro na Sua ressurreição e O convido para que viva permanentemente em mim... até o dia eterno.

***

Fonte: Devocional de autoria do Pastor Elias Alves Ferreira compartilhado no PC@maral

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.