Header Ads

A Plenitude Do Tempo

Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, (Gálatas 4 : 4)

A Palestina onde o cristianismo deu seus primeiros passos se localizava em uma posição geográfica privilegiada, pois ocupava uma área que era a encruzilhada das grandes rotas comerciais que uniam o Egito à Mesopotâmia, e a Arábia com a Ásia Menor. Por isso vemos na história descrita no Velho Testamento, esta área tão cobiçada sendo invadida por vários impérios.

O império dominante da época era o Romano. A língua dominante era o grego. Essa combinação unia em um só governo boa parte do mundo conhecido. Era um governo pacifico e próspero e suas cidades estavam em crescente progresso e viajar entre as cidades não era mais problema, pois os romanos construíram várias estradas ligando diversos pontos do império.

Apesar de haver muitas religiões e filosofias (a política dos romanos era, em geral, tolerante em relação a religião e aos costumes dos povos conquistados) o mundo estava vazio espiritualmente, Assim o mundo estava pronto para a recepção de uma nova religião.

Jesus nasceu dentro deste contexto e que biblicamente se conhece como "plenitude dos tempos" Gl:4:4-5. A igreja, respondendo às ansiedades da época com a revelação de Deus em Jesus, conseguiu rapidamente conquistar o Império. A "plenitude do tempo" não quer dizer que o mundo estivesse pronto a se tornar cristão, mas quer dizer que, nos desígnios de Deus, havia chegado o momento de enviar o seu filho ao mundo.

O video abaixo, feito pelo pastor Ciro Sanches Zibord em um viagem a Mérida, na Espanha, descreve a passagem de Gálatas 4:4. Tomei a liberdade da anexá-lo a este artigo no PC@maral.




***

PC@maral - Video Pastor Ciro Responde

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.