Header Ads

Uma Vida Como Oferta Ao Senhor


“Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas” - Tiago 1.18

O Senhor nos salvou por meio da Sua soberana graça, manifestada na Sua Palavra, com o propósito de nos tornar como uma oferta das primícias perante este mundo. Os Seus salvos devem viver como um tesouro particular, um povo especial para despertar salvação naqueles que ainda não percebem o Seu amor.

As ofertas das primícias eram os primeiros frutos ou cereais oferecidos em uma cerimônia especial para Deus. Para entender melhor este desejo glorioso do Senhor reportemo-nos a Deuteronômio 26.1-11.

Deveriam ser voluntárias“então tomarás das primícias de todos os frutos da terra que trouxeres da tua terra, que te dá o SENHOR, teu Deus, e as porás num cesto, e irás ao lugar que escolher o SENHOR, teu Deus, para fazer habitar o seu nome”. O Senhor não nos impõe nada. Nosso arbítrio sempre é respeitado. Tudo quanto fizermos para o Senhor deve ser voluntário.

Necessitavam de um mediador“E virás ao Sacerdote, que naqueles dias for” - Não resolvemos tudo sozinhos. As figuras principais do povo de Deus revelam uma interdependência dos seus membros: Lavoura, rebanho, edifício, corpo, igreja, família e exército. Na oferta das primícias o ofertante levava perante o sacerdote para que ele concluísse a oferta. Primeiro: dependemos uns dos outros e segundo: Jesus é o nosso único mediador – (I Timóteo 2.5)

Deveriam conter um reconhecimento“então, protestarás perante o SENHOR, teu Deus, e Dirás: ‘Arameu’ errante foi meu pai e desceu ao Egito... Mas os Egipcios nos maltrataram... E o Senhor nos tirou do Egito com mão forte, e com braço estendido, e com grande espanto, e com sinais, e com milagres... e nos deu esta terra, terra que mana leite e mel”. Esta nação teve uma história. Um “Arameu” errante (que veio da região de Harã), que se tornou escravo no Egito por aproximadamente 400 anos e depois saiu desta situação por ação divina e recebeu por herança uma terra especial. O ofertante assim estava reconhecendo o amor, a graça, a misericórdia, a soberania e o cuidado especial do Senhor.

Deus deveria ser a finalidade da oferta“Então, as porás perante o SENHOR, teu Deus”- Se tudo vem de Deus, nada mais correto dEle ser o nosso objetivo maior em todas as coisas. Este princípio permeia toda a Bíblia. Todas as coisas vêm dEle e devem voltar para Ele.

Conduziam o ofertante a uma alegre adoração“e te inclinarás perante o SENHOR, teu Deus. E te alegrarás por todo o bem que o SENHOR, teu Deus, te tem dado a ti e a tua casa”. Adorar ao Senhor deve ser objetivo primário. Quando fazemos isto, nos unimos ao Senhor, a Sua criação, aos Seus anjos e aos Seus salvos presentes no mundo (a Igreja invisível).

Contagiavam as pessoas ao redor“e o levita, e o estrangeiro que está no meio de ti”. Na verdade este era o fim último das ofertas, atingirem o ambiente em que viviam. Se o objetivo de vivermos é uma oferta, uma dádiva, sem cobrar nada em troca, certamente o “nosso mundo” será influenciado espiritualmente.

Você é uma oferta das primícias ao Senhor?

***

Fonte: Pastor Elias Alves Ferreira compartilhado no PC@maral

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.