Header Ads

Na Presença de Deus

Muitas são as coisas importantes da vida, mas com certeza, a que sobressai, é a prioridade dada na busca da presença de Deus. Na presença Divina recebemos perdão, esquecemos as limitações, renovamos as forças, absorvemos a graça, nos enchemos de paz, desfrutamos do verdadeiro amor... nos encontramos com o Senhor da vida!


Um dia Moisés teve o seu encontro pessoal com Deus. Em Êxodo 3 e 4. No Monte Horebe, o qual é também denominado Monte de Deus, Moisés apascentava o rebanho de seu sogro quando foi atraído por um fenômeno singular – havia fogo numa porção de arbustos, mas que não se queimava. Ao se aproximar recebeu a vocação para liderar e libertar o povo de Israel do Egito e revelações surpreendentes acerca de Deus.

A primeira revelação de Deus foi a Sua santidade – “Não te chegues para cá; tira as sandálias dos pés, porque o lugar em que estás é terra santa” – Êxodo 3.5. Deus sempre confronta a Sua santidade com as atitudes pecaminosas do ser humano. Diante do Senhor muitas são as coisas que temos de despojar. No caso de Moisés foi exigido que tirasse as sandálias dos pés. Aprendemos que temos que retirar tudo que Lhe impeça a presença; que O entristeça; que Lhe ofenda; que atraia a severidade da Sua justiça ao invés da doçura da Sua misericórdia. Deus é amor, mas também é fogo consumidor. Deus é graça, mas também é perfeito e Justo Juiz.

A segunda revelação de Deus foi a Sua fidelidade – “Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó”- Êxodo 3.6 (a). Ele estava dizendo: Eu sou o Deus da história, da sua descendência. O Deus que cuidou dos seus antepassados e quero tomar conta de você também. O Deus que proveu no passado todas as coisas, e no presente cuida por toda a sua vida. E mais, tenho um projeto específico para a sua vida. Desta forma o Senhor nos fala também ao coração.

A reação de Moisés não podia ser diferente – “Moisés escondeu o rosto, porque temeu olhar para Deus” – Êxodo 3. 6 (b). Diante do Senhor demonstrou a virtude mais corajosa que alguém pode ter – a humildade. Quando Moisés se colocou no certo, se despojou de qualquer orgulho pessoal, se sentiu microscópico diante da grandeza Divina, pode ser um instrumento de Deus. A maior das qualidades não é a autoridade exacerbada, mas um coração quebrantado no altar de Deus. Escalamos o pico da grandeza espiritual quando temos a humildade de nos quebrantar diante do Senhor.

Na atitude humilde Moisés conseguiu ser um antítipo de Jesus, que despojou os céus e deu a vida na cruz. Que sejamos Cristãos verdadeiros, “pequenos Cristos”.

***

Fonte: Sou da Promessa - autor Pr. Elias Alves Ferreira

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.