Header Ads

Eleitor não se lembra em que votou na última eleição

No artigo anterior, publiquei uma reportagem do Jornal Extra que saiu no domingo, dia 10 de outubro de 2010, aqui do Rio de Janeiro. A reportagem é de Marcelo Dias e conta com ilustração e texto de Renato Machado. Estampou a coluna GERAL, eleições 2010 na página 12 do jornal. Ele nos mostra como fiscalizar os candidatos eleitos por nosso voto aos cargos de governantes e parlamentares, e, lembra, enfaticamente, que são servidores públicos pagos por cada um de nós, eleitores brasileiros. A reportagem tem titulo Sua Excelência o Eleitor e pode ser lida AQUI.

Uma outra reportagem, que foi ao ar na Record e, depois no SBT nos dias 6 e 7 de outubro, mostra a urgência em se tomar uma postura mais firme em relação as eleições e o voto consciente. Muitos escolhem seus candidatos sem nenhum critério. Sem conhecer o passado desse ou daquele que pleiteia o cargo. Muitos escolhem ali, na hora, influenciados pelos que fazem boca de urna na frente dos locais de votação. E, pasmem, passados um dia, nem lembram mais em quem votou.

Votar assim demonstra o descaso que o cidadão tem por um direito democrático que literalmente, custou a vida de muitos brasileiros, que lutaram contra a ditadura militar a fim de sermos uma nação democrática. O resultado deste descaso se reflete na corrupção e na impunidade e na total falta de interesse em se resolver os graves problemas sofridos pela população.

ASSISTA ESSE PRIMEIRO VIDEO ATÉ O FIM POR FAVOR:

Brasileiros também sabem pouco ou nada sobre a função dos cargos públicos como os de senador e deputado. Para analista, memória curta e pouco conhecimento dos eleitores é vantagem para políticos. É importante, para o político, que nos quatro anos de governo, o povo, nem sequer lembre o que ele fez.

É cultural. Para o brasileiro o que é importante é apenas o presente.

Estas são apenas duas observações sobre o comportamento do brasileiro frente as eleições e da forma como escolhe seus candidatos. Eu mesmo, quando fui votar, testemunhei as bocas de urna e como assediavam eleitores pelo caminho. Da grande maioria que pude observar aceitaram a sugestão de candidato porque não haviam sequer pensado em que votar.

O que eu fico indignado, é que, essas mesmas pessoas, que não se importaram em escolher bem seus representantes e nem fiscalizam seu trabalho, acompanhando pelo menos a sua trajetória, são as primeiras a reclamar que pagam impostos e não tem serviços básicos essenciais. E ainda ficam escandalizadas com as fraudes e roubos no setor publico.

ASSISTA ESSE VIDEO AGORA POR FAVOR:

Enquanto a mentalidade do brasileiro não mudar e ele, de fato, exercer sua cidadania na prática, continuaremos elegendo Tiriricas para nos representar no Congresso Nacional. Imaginem!

***

Fonte: R7.com - SBT

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.