Header Ads

Igrejas Reivindicam O Crédito Pelo “Milagre Do Resgate” De Mineiros Chilenos

Três igrejas [?] rivais [?] reivindicam o crédito pelo milagre dos homens presos.

Foto: Natacha Pisarenko / AP
Uma disputa humana [só posso definir assim] e que não tem nada a ver com “piedade” e amor ao próximo. Reivindicar um milagre que é operado por Deus, UNICAMENTE, e que o homem não tem nenhum controle, a não ser, a oportunidade que Deus dá em interceder pela vida daquelas pessoas presas na mina no Chile, mostra, claramente, a que ponto chegou o povo que se diz “cristão”. Se aconteceu o milagre, GLÓRIAS A DEUS!

Graças a Deus que teve misericórdia e preservou a vida daqueles mineiros, e deu sabedoria e inteligência ao homem natural no uso de tecnologia adequada. Igreja nenhuma tem o direito de reivindicar algum crédito por ter orado ou se movido para confortar as pessoas que ali estavam. Não fizeram mais do que a sua obrigação, como oráculos e como servos de Deus [acho que de servos não tem é nada]. Terminou tudo bem?! Voltem para suas casas e agradeçam a Deus! Porque Ele [Deus], teve misericórdia e os usou como instrumentos para interceder pela vida daquelas pessoas e de seus parentes aflitos e continuem suas vidas! A Glória pertence a Deus! Deixem que o próprio Deus os abençoe pelo trabalho que fizeram.


A Reportagem do The Guardian

Rory Carroll

Enquanto os socorristas lentamente tentavam alcançar os mineiros presos, lideres de igrejas discutiam sobre o milagre do salvamento. Pastores de igrejas evangélicas, Adventista do Sétimo Dia e padres da igreja católica estão lutando para colocar um carimbo de sua própria fé nessa onda de fervor religioso. Cada uma das denominações cristãs reivindicam o crédito pelo que dizem ser a intervenção divina na sobrevivência – e resgate iminente – dos 33 homens que passaram 67 dias debaixo da terra. “Deus falou comigo claramente e guiou minha mão a cada passo do resgate”, disse Carlos Parra Díaz, pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia. “Ele quis que os mineiros fossem salvos e eu sou Seu instrumento.”

Distante alguns metros dali, Caspar Quintana, bispo católico de Copiapó, em um altar celebrava uma missa para parentes de mineiros e uma coleção de câmeras de TV. “Deus ouviu as nossas preces”, disse ele. “Recebi mensagens de encorajamento vindas de todo o mundo. Vamos agradecer.”

Um pouco mais acima no acampamento, Javier Soto, um pastor evangélico, ia de família em família tocando em seu violão cânticos religiosos. “Ele ouve a nossa música”, disse, gesticulando na direção ao céu azul. Cada igreja tem informado um aumento de sua fé, tanto no Chile como em outros lugares, fazendo vigílias à luz de velas e com transmissões on-line para o mundo todo após cada etapa de preparação para a retirada dos mineiros, um de cada vez, na cápsula batizada de Fênix.

Vestido de preto, Diaz, Adventista do Sétimo Dia, homem de 42 anos e comportamento intenso, disse ter sido o primeiro sacerdote a chegar à mina. Ele afirmou que não foi coincidência o fato de a sonda de exploração ter alcançado os homens aprisionados – 17 dias após o colapso da mina, dia 5 de agosto – enquanto ele orava na superfície. “A primeira sonda não chegou até deles, eles a ouviram que ela foi na direção errada, e pensaram que estavam condenados, que iriam todos morrer de fome. Mas a segunda sonda foi direto até eles.” Díaz mobilizou colegas na capital Santiago para conseguirem mini-Bíblias, com sete centímetros de largura, para que coubessem nos “pombos”, tubos que levavam suprimentos aos homens soterrrados. Ele enviou uma para cada mineiro, merecendo uma carta de agradecimento de José Ojeda, o mestre de perfuração.

Nenhum dos mineiros é Adventista do Sétimo Dia, mas seis deles têm parentes que pertencem à essa igreja que acredita no iminente segunda vinda de Cristo. Diaz levou uma certa vantagem sobre seus rivais, obtendo permissão para dar uma palestra de 10 minutos à 33 famílias reunidas antes do relatório da noite feito pelos funcionários do governo. “Eu faço um trabalho macro. Sou o pastor de todos.” As outras igrejas, disse ele, fizeram o trabalho “micro”. O pastor disse que seu rival católico foi até o local enlameado e desolado apenas três ou quatro vezes. O bispo Quintana, depois de encerrar uma missa onde havia mais câmeras que fiéis, não quis se envolver nessa disputa de fé, mas disse que recebeu. “O importante é que Deus está agindo por meio da sabedoria humana para resgatar esses homens.”

Santuários para os mineiros, espalhados pelo local, são decorados com estátuas de santos e pôster de figuras religiosas, como o Papa João Paulo II. Alguns membros do grupo “Los 33″ que não eram religiosos antes do acidente, como Franklin Lobos, que encontrou a fé durante a provação, disseram os membros de sua família. Quando a mina desabou, a poeira tomou conta dos túneis, apagando as luzes. Mas o que parecia ser uma “borboleta branca” levou-o até o local de refúgio e segurança, disse seu irmão, Manuel Lobos. “Imagine, uma pequena coisa branca voando em meio a tudo aquilo, levando-o até os outros. Foi um milagre”, disse Manuel, 67. “Um pastor disse-nos que era um anjo.” Havia também um pastor entre os mineiros, chamado Jose Gonzalez, mas não foi anunciada qual a sua denominação.

Sobre a atitude dos lideres religiosos - É impressionante até onde vai a vaidade humana e a falta de temor a Deus. Noticias como esta me dão ânsia de vômito! Orou? Intercedeu? O milagre aconteceu? GLÓRIAS A DEUS! Louvado seja o nome do Senhor! Deixe Deus recompensá-lo! Seja evangélico, católico, o que for, mas não estenda a mão para receber glória que vem dos homens.

Quem opera o milagre é Deus e não o homem. O homem não tem direito de reivindicar nada. O máximo que pode fazer é ficar feliz por que Deus atendeu as orações dos crentes [e não crentes também! Pasmem irmãos evangelicos!] do mundo inteiro, e não só do Chile.

Separei alguns versículos sobre a arrogância e soberba humana, que deseja crédito pelo que Deus faz:

Quanto ao soberbo e presumido, zombador é seu nome; procede com indignação e arrogância. Provérbios 21:24

A arrogância do homem será abatida, e a sua altivez será humilhada; só o SENHOR será exaltado naquele dia. Isaías 2:17

Não multipliqueis palavras de orgulho, nem saiam coisas arrogantes da vossa boca; porque o SENHOR é o Deus da sabedoria e pesa todos os feitos na balança. 1 Samuel 2:3

Pelo pecado de sua boca, pelas palavras dos seus lábios, na sua própria soberba sejam enredados e pela abominação e mentiras que proferem. Salmos 59:12

Todo o povo o saberá, Efraim e os moradores de Samaria, que em soberba e altivez de coração dizem: Isaías 9:9


Que Deus tenham misericórdia de todos nós!

***

Fonte: the Guardian

3 comentários:

  1. Sem dúvida irmão Amaral, é lamentável esta atitude de buscar a glória para si.
    Vivemos num tempo é que há uma corrida ao mercado das almas, não por conversão, mas por adesão. Isso faz-me lembrar o que disse Jesus:"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós."(Mt. 23:15)
    Me corrija se estiver errado, mas é assim que eu vejo toda esta situação que não passa em meu entender por busca de protagonismo pessoal(Que o Senhor me perdoe, se assim não for).

    Um grande abraço e um fim de semana abençoado.

    ResponderExcluir
  2. Muito admira um adventista da promessa publicar no seu blog tal relato""" até herege como os Adventista do Sétimo Dia""" herege??????

    ResponderExcluir
  3. AMIGOS DA ESPERANÇA

    Você tem razão, peço desculpas pelo exagero, naquele momento pareciam as palavra certas, mas, parece que me deixei levar pela emoção e acabei generalizando. Já consertei o texto. Creio que agora seja o mais adequado.

    Mas uma vez, peço desculpas aos irmãos em Cristo.

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.