Header Ads

E você o que faria?

Por Diego Barros

Em Mateus capítulo 4 versículos 1 ao 11, é narrado um episódio bastante interessante, onde Jesus é tentado no deserto pelo diabo. Analisemos o texto ao qual nos referimos.

O diabo levou Jesus ao deserto para tentá-lo. Jesus estava jejuando fazia quarenta dias e quarenta noites, logo depois teve fome, o que é a situação mais óbvia, até porque ele estava em forma humana e sentiu essa necessidade fisiológica. O diabo com toda sua astúcia e sagacidade, vendo que Jesus tinha fome, falou para ele transformar algumas pedras em pães e comê-las. Jesus respondeu-lhe: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. Você entendeu bem o que os versículos 1 ao 4 quis nos mostrar? Jesus respondeu a tentação do diabo com autoridade e conhecimento da escritura sagrada, isso quer dizer que, nós também podemos agir assim!

Nos versículos 5 ao 7, o diabo leva Jesus à cidade santa, Jerusalém, coloca-o sobre o pináculo do templo e mais uma vez tenta Jesus pedindo que ele se jogue do alto para que antes de cair seus anjos celestiais O tomem nas mãos. Jesus pela 2ª vez, ao ser tentado respondeu a Satanás: Não tentarás o Senhor teu Deus. Isto é, Jesus com fome, tendo jejuado, foi tentado duas vezes por satanás e soube dizer NÃO!

Na terceira e última oportunidade frustrada de tentar Jesus, nos versículos 8 ao 11, o diabo foi tão ousado e audacioso ao ponto de levar o Filho de Deus a um monte muito, muito alto e mostra-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e diz para Jesus que dará tudo aquilo a Ele se Cristo prostrado o adorasse! Agora parem e pensem bem o que vocês acham que Jesus respondeu? Sim? Claro que não mais uma vez com base na palavra que liberta, edifica e nos ajuda a cada dia mais sermos parecidos com Cristo, Jesus disse Não! E ainda disse mais, Ele expulsou satanás de Sua presença e disse-lhe: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele servirás! Satanás deixou Jesus rapidamente depois de ser humilhado e a palavra ainda diz que os anjos chegaram e serviram a Jesus.

Será que é tão difícil assim? A palavra de Deus diz em Tg 4:7, sujeitai-vos pois a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós. E não foi exatamente isso que aconteceu no texto citado acima? O diabo não tem poder de decidir por nós, nós temos a nossa própria escolha, é o chamado livre arbítrio.

Nos dias de hoje não é muito diferente o que acontece em nossas vidas, comparado a situação que Jesus passou em Mateus 4:1-11. Jesus em sua imensa santidade e soberania, veio ao mundo em forma de homem, passou por toda humilhação, dor e sofrimento por amor a nós, e nós o que temos feito por amor a Ele? Será que em meio a tantas situações tentadoras, tantas ocasiões onde nos sentimos seduzidos pelo pecado, temos conseguido dizer NÃO?

O diabo e seus anjos decaídos ficam somente a espera da nossa chamada “brecha” para que ele possa entrar em nossa vida e nos destruir! Ele conhece nossas fraquezas e sabe o momento certo de atuar com toda sua perversidade.

A palavra de Deus diz que fiel é Deus, que não nos deixará tentar acima do que podemos, antes com a tentação dará também o escape, para que a possamos suportar. (1Co 10:13b). Qual será o nosso problema? Porque somos tão indiferentes diante do pecado? Quando estamos em uma situação na qual Jesus esteve, qual tem sido a nossa resposta?

Que possamos ser santos para O Deus santo e que a cada tentação, cada situação que é colocada em nossa frente e desagrada a Deus, possamos saber dizer NÃO! Tiago fala em sua carta no capítulo 1 versículo 12 que bem aventurado é aquele que suporta a tentação, porque receberá a coroa da vida dada pelo Deus aqueles que o amam. Deus é conosco, Ele nunca desampara um servo seu. Jesus sofreu e padeceu por nós numa cruz, Ele disse não a tentação do diabo.

E você o que faria?
***

Fonte: Texto de autoria do jovem Diego da Silva Barros compartilhado no PC@maral

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.