Header Ads

Rob Bell Universalista

Li este artigo no blog Púlpito Cristão, e não poderia deixar de compartilhar com vocês, queridos leitores, principalmente porque tenho uma opinião bem clara em torno deste assunto. Sobre Rob Bell posso dizer que até agora não havia encontrado nada que "desabonasse" [risos] sua conduta cristã. Tenho a pregação/palestra dele Everything is Spiritual (Tudo é Espiritual) que considero excelente, e outras mais. Abaixo o texto do pastor Leonardo Gonçalves , no final meus comentários.
Por Leonardo Gonçalves
Rob Bell, pastor da mega igreja Mars Hill Bible Church em Michigan (não confundir com a Mars Hill de Seatle, liderada por Mark Driscoll), um dos nomes mais importantes dentro do movimento de igrejas emergentes, teria escrito um livro no qual faz-se apologia ao universalismo, doutrina herética que afirma que todos os homens serão salvos, independente da sua relação com Cristo. Segundo essa concepção, o inferno simplesmente não tem sentido: Todos viverão para sempre com o Senhor Jesus no céu.

O livro que gerou toda essa polemica ainda não foi lançado no mercado. Por causa disso, muitos dos seus seguidores estão indignados com a postura “inquisidora” da liderança norteamericana, a qual tem batido forte nele este fim de semana. Embora nenhum dos algozes tenha lido o livro, todos tiveram acesso a uma propaganda promovida pela editora do Bell, que diz o seguinte:

"Agora, em “Love Wins: Céu, inferno e o destino de cada pessoa que já viveu”, Bell aborda um dos temas mais controversos da fé, e argumenta que um Deus amoroso nunca entregará as almas dos homens ao sofrimento eterno. Com uma visão apaixonante, Bell coloca o inferno á prova, e sua mensagem é verdadeiramente otimista: A vida eterna não começa quando morremos, mas agora, e em última instancia, o amor vencerá”

Instantes após a propaganda surgir no twitter no dia 26 de fevereiro, vários representantes da teologia crista norteamericana se mostraram indignados e demonstraram seu repúdio a estranha doutrina através do Twitter, levando o pastor a aparecer nas TTs durante várias horas.

Veja a seguir alguns dos comentários:

“Adeus Rob Bell http://dsr.gd/fZqmd8” John Piper
(O link é de um artigo do Justin Taylor que questiona o universalismo do ícone emergente)


“O inferno não é mal. Enviar um homem inocente para morrer na cruz quando sequer existe um inferno, isso sim seria mal. Separada do inferno, a cruz não tem nenhum sentido” Matt Carter


“Não há amor em pregar um evangelho falso. Isso parte o meu coração. #orando por Rob Bell” Joshua Harris


“Voce merece o inferno. Tudo além disso é um presente” Mark Driscoll

Em seu artigo intitulado “Rob Bell, Universalist?”, Justin Taylor começa com uma citação do John Piper: “A má teologia desonra a Deus e destrói as pessoas. As igrejas que cortarem a raiz da verdade podem florescer por um tempo, mas logo murcham o se convertem em algo além de uma igreja crista”. Sem dúvida, uma frase contundente e profética. Sem a verdade como pressuposto principal, a igreja desmorona.

Só resta saber como vão reagir os engomadinhos relacionais quando souberem do desvio do nosso amigo estadunidense. Quem sabe, ao ver que o cara teve “coragem para por as cartas na mesa” (como disse Justin Taylor) e saiu do armário, eles também decidem sair do armário e confessar que toda essa pataquice relacional e inclusivista é apenas uma maneira de introduzir as bases de um universalismo cristão, propalado por um Deus que, sentindo-se culpado por perder o controle da história, pretende limpar toda sujeira cósmica que fez, ao permitir que pessoas não renascidas entrem no céu.

Comentário do PC@maral

Sempre gostei das preleções de Rob Bell, eram diferentes bem dinâmicas, e prendiam a atenção de sua plateia. Não sei o quanto esta "novidade" pode prejudicar seus leitores e ouvintes. Talvez seja apenas uma "jogada" polêmica para vender mais livros, e isso, por si só,  já "queima o filme" do Rob Bell.

Eu concordo com a opinião do Leo sobre o assunto, e também concordo com o argumento de que: O nosso Deus é: um Deus amoroso nunca entregará as almas dos homens ao sofrimento eterno. Vou explicar por que:

Eu não creio no inferno como o descrito como um local de sofrimento eterno. Na minha opinião isso é invenção da igreja catolica primitiva para ter em suas mãos, usando de terror, as pessoas da época. Infelizmente essa doutrina do inferno foi assimilada pelo protestantismo, e, hoje, temos crentes que tem medo de irem para o inferno.

Já publiquei estudo sobre esse tema que você pode ler AQUI.
Não entra na minha cabeça um Deus que é amor condenar pessoas, das quais Jesus Cristo deu sua vida na cruz, a viverem eternamente em aflição e tormento. Eu me recuso a aceitar isso. Este não é o Deus que morreu por mim.
Eu não creio neste inferno, creio em aniquilamento total. Ou seja, na volta de Jesus, ao soar as trombetas (...) o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. (I Ts 4: 16-17) e os que ficarem na terra serão aniquilados, ou seja, os impios vivos serão todos mortos: Isto acontecerá quando do céu se manifestar o Senhor Jesus. Neste dia, o Senhor tomará vingança contra aqueles que se recusam a agir com base naquilo que sabem a respeito de Deus e aqueles, que mais especificamente, rejeitam a revelação em Cristo. (II Ts 2:7-8)

A terra ficará desolada: Olhei para a terra e ela era sem forma e vazia; e para os céus, e a sua luz tinha desaparecido. Olhei para os montes e eles estavam tremendo; todas as colinas estavam oscilando.Olhei, e não havia mais gente; todas as aves do céu tinham fugido em revoada. Olhei, e a terra fértil era deserto; todas as suas cidades estavam em ruínas por causa do Senhor, por causa do fogo da sua ira. Assim diz o Senhor: "Toda esta terra ficará devastada, embora eu não vá destruí-la completamente. (...) Naquela dia, os mortos pelo Senhor estarão em todo lugar, de um lado ao outro da terra. Ninguém pranteará por eles, e não serão recolhidos e sepultados, mas servirão de esterco sobre o solo. (Jr. 4:23-27; 25:33) A vinda do Senhor Jesus desencadeará o fim da ordem mundial da maneira como os homens a conhecem agora. O mundo não está destinado a durar para sempre. A ordem pecaminosa atual está condenada à destruição. Neste tempo, a visão de Jeremias se cumprirá em uma escala mundial.

Os salvos passarão mil anos com Jesus na Jerusalém Celestial e satanás ficará na terra totalmente desolada e vazia sem ter ninguem para tentar, junto com seus demônios. Até que se completem, os mil anos e Jesus volte pela segunda vez e os mortos impios ressuscitem e junto com Satanás marchem para a Cidade Santa e Deus faça descer fogo do ceu e destrua todos, esta é a segunda morte.  Quando terminarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão e sairá para enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, a fim de reuni-las para a batalha. Seu número é como a areia do mar. As nações marcharam por toda a superfície da terra e cercaram o acampamento dos santos, a cidade amada; mas um fogo desceu do céu e as devorou. (Ap 20:7-9)

Por isso não creio em inferno, a não ser se referindo a sepultura ou lugar inferior, debaixo da terra. E creio, firmemente que os salvos fazem parte da primeira ressurreição e que os impios, os que não eceitaram Jesus e nem se deixaram ser transformados por Ele, serão aniquilados na segunda ressurreição. (...) os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal ressuscitarão para serem condenados. (João 5:29). Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos. (Ap 20:5-6)

Sendo assim, discordo totalmente do argumento de que Deus salvará todos os homens [humanidade] independente da sua relação com Cristo.
***

Postou Leonardo Gonçalves, no Púlpito Cristão - com comentário do PC@maral

12 comentários:

  1. Meu caro PC Amaral.
    Confesso que fiquei chocado com a novidade,porém prefiro aguardar pelo livro para ver se ele realmente trata o assunto dessa forma. Agoar mais chocado ainda fiquei com suas afirmações. Para caminhar com suas argumentações eu também deveria crer que foi a igreja católica que também escreveu a Bíblia?Universalisno e aniquilamento são doutrinas já ensinadas por gente de perto. O Caio fàbio ensina essas mesmas aberrações,e, pelo visto, tem muita gente boa entrando por esse engano. O duro é notar como fazem uso da própria Bíblia para tentar justificar essas barbaridades.Seu comentário a respeito desses dois temas destoem daquilo que o sr diz a respeito da Bíblia em seu perfil.

    ResponderExcluir
  2. Anselmo, obrigado pelo seu comentário.

    Desculpe discordar de você mas tudo o que coloquei está na Bíblia. Basta um estudo não tendencioso para encontrar tudo o que expus no comentário.

    Nós afirmamos o tempo todo que Deus é amor. Então, um Deus que é amor, colocaria pessoas para sofrer pela eternidade? Eu creio que não e a Bíblia, e não eu, afirma isto.

    E quando menciono a igreja católica, faço em referência a igreja antes da Reforma Protestante que vendia indulgências e praticava outras heresias mais. Isto faz parte da história mundial.

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente eu não sei de que Bíblia o sr esta falando, e nem de que Deus.Seria o mesmo que fez perecer Sodoma e Gomorra? Ou essa é apenas uma história para aterrorizar os povos do passado? Quem esta sendo tendencioso, eu ou o sr? O caso aqui não se trata de ser tendencioso ou não, trate-se simplesmente de metodologia exegética e da falta dela. Assim encontramos textos na Bíblia para explicar quase tudo. Segundo li em seu perfil sua formação teológica é das mais tendenciosas que já existiram, logo, não é de se admirar que o irmão defenda tais argumentos. Argumentos esses que não se sustentam com uma análise completa da doutrinação da salvação/condenação. Ficaríamos aqui em uma disputa sem fim, uma vez que sua formação faz com que o irmão enxergue questões elementares da Bíblia sob uma óptica confusa.

    Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder, 2 Tessalonicenses 1:9

    Porque, eis que o SENHOR virá com fogo; e os seus carros como um torvelinho; para tornar a sua ira em furor, e a sua repreensão em chamas de fogo. Isaías 66:15

    Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Mateus 25:41
    Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo; 2 Pedro 2:4
    Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei. Lucas 12:5
    E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo. Mateus 10:28
    Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se esquecem de Deus. Salmos 9:17
    E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio. Lucas 16:23
    Porque um fogo se acendeu na minha ira, e arderá até ao mais profundo do inferno, e consumirá a terra com a sua colheita, e abrasará os fundamentos dos montes. Deuteronômio 32:22
    Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno. Mateus 5:22
    Como as alturas dos céus é a sua sabedoria; que poderás tu fazer? E mais profunda do que o inferno, que poderás tu saber? Jó 11:8
    Também estes com ele descerão ao inferno a juntar-se aos que foram traspassados à espada, sim, aos que foram seu braço, e que habitavam à sombra no meio dos gentios. Ezequiel 31:17
    E por que não dizemos (como somos blasfemados, e como alguns dizem que dizemos): Façamos males, para que venham bens? A condenação desses é justa. Romanos 3:8

    ResponderExcluir
  4. Anselmo, vejo que é uma pessoa inteligente, então te peço que procure em cada versiculo que destacou aqui o significado da palavra inferno no original e no contexto em que é usado.

    Não quero entrar em debates, porque isso não influi na salvação de ninguem e não leva a nada. Se o Sr crê assim muito bem, só peço que me dê o mesmo direito de crer da minha maneira.

    Quanto a denominação, não defendo denominação alguma e o Sr deve estar confundindo com a IASD. Nossa congregação é brasileira e tem 79 anos de existência. Mas não defendo instituição. Tanto que nunca mencionei aqui em meu blog em texto algum alguma defesa a ela a não ser onde me formei em teologia.

    Igreja [instituição] não salva ninguém. quem salva é Jesus Cristo, o sangue Dele, a fé Nele. Única e exclusivamente Ele. Hoje em dia existe ódio extremo de irmãos para irmãos por causa de denominações ísso é fato aqui na web.

    Oro para que isso não seja obstáculo entre nós. O que desejo é apenas que as pessoas pensem e reflitam. Se eu estiver errado em minhas colocações um dia descobrirei, mas, por enquanto defendo esta tese.

    Que Deus nos abençoe e nos ajude sempre.

    ResponderExcluir
  5. Meu irmão, não falei em relação a sua congreção e nem poderia, uma vez que como o irmão mesmo disse ela não é mencionada.Me referi a Faculdade de Teologia Adventista da Promessa. Meu objetivo também não é o debate, creio também que em alguns casos ele separa ao contrário de aproximar irmãos.Quanto a questão do aniquelacismo o vejo como algo inofensivel ou mesmo como um "rudimento de doutrina". Mas não posso crer, defender ou mesmo deixar de me posicionar contra o universalismo.Por tratar-se de uma doutrina demôniaca.Capaz de conduzir o homem a uma vida dissoluta e descomprometida com o verdadeiro evangelho.Vai aqui no entanto meu respeito por sua pessoa e em momento algum tive a intenção de demove-lo de suas crenças, e sim, assim como o irmão, provocar reflexão.
    Que a paz de Cristo habite mesmo em nossos corações.

    ResponderExcluir
  6. o que posso dizer e o seguinte...em busca de referencias para nossa vida cristã sempre estamos atras da proxima novidade...Esse cara o Rob tem muita coisa boa,,,mais ele é mais um nesse mundo de super pastores...Não sei se é o caso dele ainda, mais uma hora a casa cai...E como gostar de Caio Fabio... tem que ter peito...Mudando o papo, o seu blog tem me ajudado muito. continue assim....

    ResponderExcluir
  7. Meu amigo PC,

    Também discordo totalmente de você. Acrescento ainda que Universalismo e Aniquilacionismo sao "seis e meia dúzia". Ambos minimizam o sacrifício de Cristo. Ambos diminuem a cruz.

    No mais, um grande abraço para ti.

    Paz e bem,

    Leonardo.

    ResponderExcluir
  8. Léo,

    Concordo que o universalismo minimize o sacrificio de Cristo. Mas discordo quanto ao aniquilacionismo.

    Minha crença vem de antes de conhecer esta doutrina.
    Defendo que quando Jesus vier buscar sua igreja os mortos, em Cristo, resuscitam primeiro e os vivos, que estão em Cristo, são transformados e vão ao encontro do Senhor nas nuvens, e que todos os impios e os que não fizeram a vontade do Senhor serão mortos.

    Após os mil anos com o Senhor Jesus Ele volta, os mortos impios ressuscitam e junto com Satanás e seus demônios são todos destruidos totalmente.

    A terra é restaurada e viveremos eternamente com o Senhor.

    Essa crença em nada minimiza o sacrificio de Jesus na cruz. Muito pelo contrário, reforça.

    Assim creio eu.

    Quero deixar bem claro que não sou IASD.

    Tudo em que me baseio está escrito na Bíblia Sagrada, minha unica regra de fé e prática.

    Deus te abençoe cada vez mais meu querido irmão.

    ResponderExcluir
  9. Mano PC,

    Minhas opinioes sobre aniquilacionismo, tanto aqui quanto lá no Púlpito sao apenas um esboco. Breve devo postar algo sobre o aniquilacionismo e aí poderemos esticar um pouco a prosa.

    Sobre pertencer a IASD ou a IASD pentecostal (ou da promessa), isso nao vem ao caso. Só mencionei (lá) as TJs e os Adventistas porque estas sao as duas seitas mais conhecidas a defender o aniquilacionismo. Aliás, o milenismo e o aniquilacionismo ensinados na IAP sao heranca da IASD.

    No mais, vamos tentar manter isso no campo das idéias. A discordancia foi inevitável, mas a amizade e o respeito que temos um pelo outro transcende a tudo isso, certo?

    Grande abraco, querido! E nao poupe argumentos, hehe...

    Leonardo.

    ResponderExcluir
  10. Léo, risos

    Claro meu irmão.

    Deus disse que a sabedoria humana é loucura, sendo assim, todos nós somos loucos. Creio que podemos chegar sempre um pouco pertinho da verdade, mas quase sempre incorreremos no erro de achar que encontramos a verdade totalmente.

    Deus revela ao homem o que ele precisa saber naquele momento, mas, nem sempre o homem consegue entender. Por isso Deus condena debates infindáveis que não levam a nada, pode acontecer que ambos os lados estejam errados e Deus estar "morrendo" de rir de nossa ignorância e arrogância [risos].

    Eu mesmo não costumo debater aqui. Só o fiz porque era você e tenho muito carinho por ti meu irmão. Tanto é que colei teu texto aqui para compartilhar com os leitores do PC@maral.

    Tenho muitos textos sobre o assunto. E, confesso, sou muito chegado a minha tese, pois encontro na Bíblia todos os argumentos para me levar a pensar assim. Talvez esteja errado, ou totalmente errado.

    No caso do Universalismo creio que compromete a salvação da pessoa, mas, por outro lado, o aniquilacionismo não, pois não faz diferença. Aquele que é dos Senhor não mudará sua atitude ou postura por ouvir isto, e, pode ser que o impio, até, pare para pensar, e volte seu olhar para Jesus.

    Enfim, errar é humano [frase feita] rsrsrsrs

    Sobre universalismo concordo 100%, o outro tema discordamos no campo das idéias, e creio eu que seja saudável.

    Meu irmão, jamais eu debateria a ponto de chegar a extremos, ao perceber qiue está chegando a esse ponto, me retiro, não por covardia ou por medo ou falta de argumentos, mas, porque valorizo muito amizade e respeito, e esses sentimentos tenho por ti meu irmão.

    Deus abençoe a você e tua familia cada vez mais!

    ResponderExcluir
  11. E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.
    E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.
    E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
    E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
    E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.
    E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo
    ap 20: 10 ao 15

    ResponderExcluir
  12. Ola PC Amaral
    não tenho muitas palavras para dizer a ti, mas Deus é Amor realmente, mas tambem é justo, isso que voce esta afirmando está considerando Deus um mentiroso. Veja: "E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo." (Apocalipse 20:15)
    Aqueles que nao estao no livro da vida, ou seja, se ele dizer para voce: "afasta-te de mim pois nao vos conheço", voce queimara no lago de fogo esta é a segunda morte.
    Não diga que Deus é um mentiroso, Pois um Deus mentiroso não é o Deus que eu sirvo!

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.