Header Ads

Igreja ou Circo - History of the Modern Gospel Session three the Circus

Como a "igreja" virou um circo - o alerta de Charles Spurgeon.
Abaixo, parte da tradução do video.

Londres 1887 – Será que corações verdadeiros não se rebelam contra a simplicidade do caminho da salvação? O quê? Eu não estou fazendo nada, se não aceitando o que Cristo já fez? Eu não estou fazendo nada, mas meramente olhando para Ele que foi pregado no madeiro e encontrando minha salvação nEle? Tudo em vão, diz o coração orgulhoso, astores e professores de seminários temeram perder o freqüentadores das igrejas eu NÃO consigo entender! Não, ele não consegue entender... porque ele não gosta do que ouve! Agora, se é essa a sua dificuldade, eu agora acredito que nove casos dentre dez, o coração orgulhos é a mais elevada das dificuldades de um pecador vir para Cristo! Se é isso que impede você, leve essa questão para Deus e busque sabedoria Dele. Ele mostrará a tolice desse seu orgulho! E Ele ensinará você que, confiar simplesmente em Jesus, será sempre o caminho mais seguro e apropriado da salvação.

Charles Spurgeon, o príncipe dos pregadores. Talvez o mais famoso pregador da era moderna, a fama de Spurgeon de fato o constrangia. Ele mesmo se descrevia como um garoto rural que Deus tirara da Inglaterra rural para as ruas de Londres aos dezenove anos para pregar para o mundo, e milhares vieram ouvi-lo. Mas, para o final dos seus quarenta anos de pregação a maré espiritual mudou na Europa, cinismo e incredulidade se tornou a norma, muitos pe estudantes, se eles não fizessem algo. Assim eles renovaram a igreja e sua mensagem, para fazer o Cristianismo agradável ao mundo moderno. (...) o artigo mostra que, mover-se da inerância das Escrituras para o racionalismo, ceticismo, academicismo e sabedoria mundana revolvem as igrejas evangélicas, até elas NÃO SEREM MAIS VERDADEIRAS IGREJAS.

Muitas se tornaram museus da vida, abrigando o evangelho e relíquias do passado. Os pastores falaram de uma forma altamente acadêmica, usando alta retórica que o homem comum não podia entender, ao mesmo tempo o Cristianismo era diminuído como "incompetente" por um novo mundo Moderno guiado por pensadores Modernos assim, a frequência da IGREJA declinou. Os líderes reagiram, e eles sempre reagem, eles abandonaram as reuniões de orações, doutrina era considerada em baixa, os sermões tornaram-se curtos e o ENTRETENIMENTO se tornou a norma. as IGREJAs se tornaram mais como casas de diversões, substituindo os valores bíblicos por teatrais. Quem foram os culpados? PASTORES! (...)

Mas enfim, qual é a importância da teologia? bem, doze livros do Novo Testamento foram escritos para as igrejas a fim de responder algumas questões combatendo heresias, ataques dos falsos mestres ou para enfatizar os ensinos que já haviam sido entregues pelos apóstolos. Judas que pretendia escrever aos crentes sobre a fé deles abandonou essa idéia quando descobriu que falsos mestres haviam espalhado suas mentiras - Judas escreveu: "Amados, enquanto eu empregava toda a diligência para escrever-vos acerca da salvação que nos é comum, senti a necessidade de vos escrever, exortando-vos a pelejar pela fé que de uma vez para sempre foi entregue aos santos." parece que, pelo menos de acordo com a Bíblia, UM ENTENDIMENTO CORRETO DO EVANGELHO é importante! - Leia aqui toda a transcrição



Ao assistir ao vídeo, ative a legenda em português, clicando em “cc”.

Por Alan Capriles

Charles Spurgeon, considerado o maior pregador do século 19, talvez tenha sido o primeiro a denunciar o risco que a inserção de entretenimento no culto representava para a igreja.

A fim de fazer oposição a uma tendência que se mostrava cada vez mais forte na Inglaterra, Spurgeon publicou uma série de artigos, em 1887, chamados "Downgrade Articles" - Artigos da Decadência. Ele vinculou a verdade ao mais alto topo de uma inclinação. Ele mostrou que apenas um pequeno passo leva rapidamente a um rápida escorregadela para o abandono do verdadeiro cristianismo.

Mas a Inglaterra não levou a sério as palavras de Charles Spurgeon, a ponto de ser constrangido pela própria União Batista, que havia se beneficiado de suas pregações por décadas. Finalmente, ele deixou a organização, sendo ridicularizado e visto como um causador de problemas. A controvérsia o desgastou e a sua saúde declinou rapidamente. Em 1892, com a idade de 57 anos, Spurgeon deixou esse mundo para estar com Cristo, a quem ele amava e defendeu por 40 anos no púlpito.

Não podemos desprezar as palavras de Spurgeon hoje. Na verdade, Spurgeon viu a solução para um problema que contaminou rapidamente as igrejas de todo o mundo. Para cada crente, essa solução é o avivamento pessoal. Humildade perante Cristo em arrependimento, e o renovo do espírito - é isso que tira o homem da queda espiritual.

Mas para que isso aconteça, é preciso acontecer primeiramente um retorno para as verdades simples das Escrituras. Devemos voltar a crer na simplicidade do Evangelho. Um arrependimento humilde e uma entrega a Jesus Cristo em vez dos "meios mundanos" que vemos hoje.

O vídeo compartilhado junto a esse texto é muito impactante, pois revela como a igreja tem se transformado num circo. Recomendo insistentemente que você o assista até o fim. Cenas quase inacreditáveis denunciam a que ponto chegou nosso declínio. E isso é somente a ponta de um iceberg.

Por favor, ajude a compartilhar este grave alerta.


Fonte: Alan Capriles - Tradução e Legenda: Pr. Jairo Cavalcante Ribeiro
Divulgado e compartilhado no PCamaral

Um comentário:

  1. Amado PC

    Esse é mesmo um grave alerta, para o qual a igreja não deu ouvidos quando deveria. Espero que não seja tarde demais. Fico feliz por encontrar esse vídeo aqui, em seu blog. Juntos, fazemos a diferença, para glória de Deus.

    Um forte abraço, na paz de nosso Senhor Jesus!

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.