Header Ads

Marcha para Jesus: O que a mídia não publicou:

Marcha para Jesus: Evangélicos Protestam Contra a Marcha e São Agredidos
Evangélicos saíram em protestos contra a Marcha para Jesus, e alegam ter sido agredidos por pastores e membros da Igreja Renascer em Cristo, promotora do evento no Brasil, nesta quinta-feira.


Por Amanda Gigliotti|Repórter do The Christian Post
Evangélicos saíram em protestos contra a Marcha para Jesus, e e alegam ter sido agredidos por pastores e membros da Igreja Renascer em Cristo, fundadora do evento no Brasil, nesta quinta-feira. O evento, que reúne diversas vertentes do Cristianismo evangélico, foi protestado por grupos que defendem o “Cristianismo Puro e Simples”, que lembra o título do livro cristão do autor CS Lewis. Paulo Siqueira, teólogo e pastor da Igreja Quadrangular, é um dos organizadores do protesto e falou ao The Christian Post sobre a agressão que sofreu durante a Marcha. O grupo fez protestos em outros marchas anteriores, e segundo Siqueira, todas as vezes houve agressão. “Eles atacam água na gente,... xingam,... sempre dessa forma”.

No momento da agressão, o pastor da Igreja Quadrangular afirmou que eles estavam parados segurando faixas que diziam: “Voltemos ao Evangelho Puro e Simples”, o “Show tem que parar.” Este ano eles fizeram outra faixa dizendo: “O Brasil não precisa de apóstolos” “chega de vergonha o amor e a graça de Deus nos basta”. Segundo Siqueira, às 10:40h aproximadamente, eles foram surpreendidos por 5 homens, com porte de seguranças, “um deles com mais de dois metros”.
“Pegaram minha esposa pelo pescoço, começaram a pegar as faixas,... no chute e pontapé”.
Paulo Siqueira disse que conseguiu fotografar alguns dos agressores e foi dar queixa num posto policial. De acordo com ele, um dos agressores se identificou como pastor da Igreja Renascer, e todos vestiam a camiseta da marcha. Eles estão protestando contra as questões polêmicas de fraude que envolvem a Igreja Renascer e pela pregação da teologia da prosperidade.
“Nós não concordamos com as formas doutrinárias da Igreja Renascer”, disse ele ao CP.
Entre os fatos polêmicos que envolvem a Igreja, ele citou: o fato de o apóstolo Hernandes, fundador da Renascer em Cristo, ter sido preso nos EUA, entrando com o dinheiro de forma fraudulenta; o acidente em que o teto de uma Igreja caiu sobre os fiéis, em que eles até o momento não foram indenizados e inúmeros processos no ministério público envolvendo questões como, o não pagamento de aluguel de Igreja e arrecadação de dinheiro de forma ilícita.

Fonte: The Christian Post

Um comentário:

  1. Paz irmão, realmente a mídia não publicou isto e me choquei.
    Não fiquei sabendo dessas agressões em outras marchas.

    Fiquei indignada, cada um tem sua visão do Cristianismo, e pelo que me pareceu eles fizeram aquilo como uma agressão a própria Renascer, ou aos seus pastores, mas talvez tenham se esquecido que há milhares de outras pessoas, de outras igrejas e visões que compartilham do mesmo mover que é a marcha.

    Eu participo da marcha aqui em Curitiba e é sempre uma grande alegria poder adorar e louvar a Deus nas ruas, mostrando a felicidade que há dentro de mim por Ele.
    E nem sou da igreja Renascer, e nem faço parte da mesma visão e seguimento que ela.

    Enfim, Deus abençoe a todos, e que haja sabedoria e discernimento na vida de todos, principalmente os cristãos!!
    Paz.

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.