Header Ads

O ano novo e a esperança de dias melhores?


Salomão escreve no primeiro capitulo do livro de Eclesiastes que "não existe nada de novo debaixo do sol (...) O que foi tornará a ser, o que foi feito se fará novamente" (Eclesiastes 1:9).

O ano de 2017 entra em cena. Fizemos inúmeras promessas que jamais poderemos cumprir. Juramos mudar atitudes. Juramos mudar comportamentos, ser uma nova pessoa. Choramos, confessamos pecados, renovamos votos, oramos, pedimos, pedimos e pedimos. Tudo para ter, cheios de esperança, uma vida mais confortável, prática e feliz. Queremos dias melhores, o que não deixa de ser uma coisa boa; é saudável pensar desta forma, mas comparado com o que nos diz a Bíblia nem sempre será assim. Posso até afirmar que para aquele crente fiel ao Senhor a única paz que terá será a que é dada por Jesus, de resto, no mundo teremos aflições.

No dia seguinte à grande festa da passagem do ano, como uma espécie de “The Day After Light”, constatamos decepcionados, que pouca coisa mudou e que nada de espetacular aconteceu. O ano que surgiu, simplesmente não tem o poder para mudar minha vida. Então o que fazer para que haja realmente uma mudança significativa? Uma mudança que “produza frutos dignos de arrependimento”?

Para responder esta questão separei três atitudes básicas que deveríamos tomar todos os anos, se é que desejamos realmente uma mudança verdadeira e para melhor, muito melhor. Como poderá constatar querido leitor, nada de absurdo ou nada de "novo", aliás, isto deveria ser uma regra a ser praticada por todo aquele que se diz crente em Jesus. Como declara o apóstolo Paulo (...) Escrever-lhes de novo as mesmas coisas não é cansativo para mim e é uma segurança para vocês. (Filipenses 3:1b)

Devemos orar todos os dias

Você acreditaria se lhe dissesse que tem crente que não ora nem no culto? A oração é o meio mais eficiente de conversarmos com Deus. Mesmo que não tenhamos a capacidade de vê-lo pessoalmente, ele nos vê conhece e sonda nosso coração (Sl 139:23).

“A oração de um justo pode muito em seus efeitos” (Tiago 5:16)

Ter uma vida de oração é condição essencial para ter um relacionamento pessoal com Deus. Somente com a oração obteremos a ajuda necessária para transpor; primeiro: nossas limitações; segundo: nossos desejos egoístas que militam contra nosso espírito; terceiro: a sedução das tentadoras ofertas do diabo.

Orar é falar com Deus. É declarar a Ele que confio Nele e que a minha vida estará sempre segura em Suas mãos. Orar é relacionamento, é confiança, é certeza de ser ouvido, é dizer a Deus – eu te amo e preciso de sua ajuda em todo o tempo. Como diz a Escrituras: “Orai sem cessar”. (1 Tessalonicenses 5:17)

Devemos ler a Bíblia todos os dias

Orar é um ótimo começo, mas devemos lembrar que até ímpios oram a Deus. É verdade. Pessoas que não são crentes oram e recebem bênçãos do Senhor. Deus quer que tenhamos um relacionamento integral, assim como Ele nos conhece Ele deseja que o conheçamos. Para isto nos deu a Sua Palavra.

"Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti." (Salmo 119:11)

Apesar de termos à disposição planos e mais planos para ler a Bíblia em um ano e até em um menor espaço de tempo não conseguimos cumprir esta simples promessa. Começamos bem e aos poucos vamos deixando a leitura de lado por conta de “outras prioridades”.

Ler a Bíblia deveria ser a nossa principal meta a cada ano. Aliás, deveríamos ler todos os dias. A Palavra de Deus se renova a cada dia. A palavra de Deus é o alimento espiritual que sustenta o crente, é o alimento que revigora nossa fé em Deus. Como diz o Senhor; “a fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus”. (Romanos 10:17)


Devemos praticar o que aprendemos nas Escrituras Sagradas

Algumas pessoas leem a Bíblia inteira e até decoram o texto sagrado apenas para obter o conhecimento. Não compreendem as verdades espirituais contidas na Palavra do Senhor. Muitas vezes, nós crentes, lemos o texto sagrado fechamos o livro e não meditamos sobre aquela palavra ou aquela passagem, não paramos para refletir sobre a maneira de aplicar este ensino em nosso dia a dia dando assim um bom testemunho, glorificando o nome do Senhor através de nossas atitudes.

"Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele". (João 14:21)

Não se contente em ter apenas conhecimento Bíblico, aplique este conhecimento em sua vida. Pratique as obras que Deus criou para que andássemos nelas bem antes da fundação do mundo. "Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus". (Mateus 5:16)

Quer renovar a esperança de dias melhores? Ore mais, leia mais a Bíblia, pratique e faça discípulos. Mais do que qualquer outra coisa é isto que Deus espera de um verdadeiro cristão, pois a suma de tudo o que se tem ouvido é: "Tema a Deus e guarde os seus mandamentos, pois isso é o essencial para o homem. Pois Deus trará a julgamento tudo o que foi feito, inclusive tudo o que está escondido, seja bom, seja mal". (Eclesiastes 12:13-14).


Fonte:
Paulo Cesar Amaral


Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.