Header Ads

Quem é a única autoridade sobre sua vida?


Nos dias de hoje podemos perceber no meio, dito cristão, uma nova forma de ler a Bíblia, de estudar, interpretar e aplicar a Palavra de Deus. Este “novo” modelo em um curto espaço de tempo alcançou o nível de epidemia e requer de nós redobrada atenção, principalmente daqueles que acreditam e desejam uma igreja genuinamente bíblica. Esse “movimento” repensa a trindade divina, interpretando-a sob o ponto de vista humano.

É importante observar que na formulação desta “nova” trindade que define o “ser” como soberano sobre a vida, a Bíblia Sagrada não é em momento algum ignorada e nem banida dos púlpitos, muito pelo contrário, ela recebe um lugar de honra. Mesmo assim, as três pessoas, o Pai, o Filho e o Espírito Santo, são substituídas pela trindade pessoal dos meus Santos Desejos, minhas Santas Necessidades e meus Santos Sentimentos.

Estamos vivendo em uma época na qual somos treinados desde o berço a escolher por conta própria o que é melhor para nós mesmos. Nossos gostos, inclinações e apetites são consultados a todo o instante. Rapidamente decidimos, sem qualquer maturidade, qual roupas queremos vestir e qual o estilo de corte de cabelo vamos usar, quase sempre influenciados por modismos da ocasião.

As opções são abundantes, e a medida que vamos crescendo em estatura escolhemos que faculdade cursaremos, qual o canal que vamos assistir, o sapato que compraremos, a cor do nosso carro, qual creme dental, e assim vai. Aprendemos cedo, com as muitas decisões que tomamos, o direito de escolher, claro que dentro de certos limites. Mas, nessa nova perspectiva, podemos sempre dar a última palavra. Quando entramos na fase adulta aprendemos que, nossas necessidades, desejos e sentimentos agora formam o centro de controle divino de nossas vidas.

Nossos antepassados dedicaram tempo e inteligência para compreender como funciona a Trindade Santa e, muitos crentes contemporâneos tem transformado essa Trindade Bíblica em necessidades, desejos e sentimentos. Tudo isso acaba se tornando o centro da vida do indivíduo. O que muitos estão buscando em uma igreja hoje é a realização de sua própria vontade e não a soberana vontade de Deus. Desta forma a Bíblia perde sua autoridade, entrando em cena a única autoridade sobre nossas vidas; nós mesmos!

Responda querido leitor: Quem é a única autoridade sobre sua vida?

Percebe por que a igreja de hoje corre tanto perigo? Percebe por que é tão urgente entender o fato do apóstolo João comer um livro? Se quisermos preservar nossa identidade de genuínos cristãos, servos de nosso Senhor Jesus Cristo e discípulos Dele, ao ponto de viver e até de morrer pelo Senhor da igreja, mantendo a coerência da nossa pregação, os valores inegociáveis da sã doutrina, a nossa crença e a nossa fé, devemos, urgentemente comer a Bíblia.

O ato do apóstolo João de comer o livro nos assusta pelas implicações. O que João estava fazendo ao comer o livro? Afinal, pessoas não comem livros. Livros existem para serem lidos e consultados para depois retornarem à prateleira. Acontece que João comeu o livro. Quando lemos o texto e o imaginamos comendo o livro compreendemos o que Deus quer de nós.

É necessário ler a Bíblia até que sua mensagem se transforme em nervos, carne, ligamentos, ossos, ou seja, a mensagem das Escrituras devem ser encarnadas em nosso viver até nos parecermos com Cristo Jesus.

A realidade é que não sabemos conduzir nossas vidas sozinhos, precisamos urgentemente da orientação da Palavra de Deus. Sem a Bíblia Sagrada estabelecida com sua autoridade sobre nossas mentes e corações, fracassaremos.


Fonte:
Texto inspirado em uma passagem no livro de Eugene Peterson “Coma esse Livro” Cap 1 - páginas 17,18,19

Paulo Cesar Amaral (PCamaral)

E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel. E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo. E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis. (Apocalipse 10:9-11)

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.