Header Ads

Deus odeia a idolatria


Deus é amor. Nos enche de felicidade que Deus seja amor, que Ele seja a fonte inesgotável de amor, que ele seja o único que sempre age de forma amorosa. Mesmo aqueles que rejeitam a fé cristã ainda gostariam de imaginar e acreditar em um Deus que é amor.

Mas Deus não é só o amor. O Deus que ama também deve odiar. O Deus que ama tudo que é bom, puro e santo deve odiar tudo o que é mau, contaminado e perverso. E, não surpreendentemente, a Bíblia nos fala de muitas coisas que inflamam a ira de Deus. Às vezes, Ele diz-nos claramente como em Provérbios 6:16: “Há seis coisas que o Senhor odeia…” Às vezes, ele nos fala de coisas que são uma abominação para Ele ou coisas que são detestáveis à sua vista. Ao compilar, chegamos a uma lista de mais de 40 coisas que Deus odeia expressamente. Eles vão desde práticas sexuais abomináveis a formas pagãs de culto e atos de grave injustiça.

Hoje eu estou dando início a uma série que irá examinar as coisas que Deus odeia, porque o que Deus odeia, devemos odiar também. Separei a lista de 40 coisas em 8 categorias. Começamos hoje com o ódio de Deus à idolatria.

Deus odeia a Idolatria

Deus criou os seres humanos para serem adoradores. A questão não é “adoraremos?” mas “o que vamos adorar?”. Nós todos vamos buscar algo como antídoto para o nosso vazio, nossa insuficiência. Todos vamos buscar um significado, um preenchimento, uma satisfação. J.I. Packer diz assim: “É impossível adorar a nada: nós, seres humanos, somos criaturas adoradoras, e se nós não adoramos o Deus que nos criou, será inevitável que adoraremos alguém ou alguma outra coisa.” É claro que “a verdade é que a nossa realização suprema, como seres morais feitos à imagem de Deus, é encontrada e expressa na adoração ativa ao nosso santo Criador.” Não é de admirar, então, que os três primeiros dos dez mandamentos lidem com a adequada adoração a Deus.

Deus nos diz em termos inequívocos que Ele odeia a idolatria. Ele despreza a adoração a qualquer coisa ou pessoa que não seja Ele mesmo. Em Deuteronômio 7:25, Ele diz a seu povo o que fazer quando encontrar ídolos estrangeiros na terra em que estão entrando: eles não devem apenas destruir os ídolos, mas até mesmo se livrar da matéria-prima com as quais são feitos. “As imagens de escultura de seus deuses queimarás; a prata e o ouro que estão sobre elas não cobiçarás, nem os tomarás para ti, para que te não enlaces neles; pois são abominação ao SENHOR, teu Deus”. Se Deus odeia os ídolos, então é claro que ele odeia a idolatria, a adoração a falsos deuses. Em Jeremias 44:3, Ele explica que o castigo veio em cima de seu povo “por causa da maldade que fizeram, para me irarem, indo queimar incenso e servir a outros deuses que eles nunca conheceram, eles, vós e vossos pais”. O povo teimosamente ignorou seus profetas que repetidamente falaram esta advertência divina: “Oh, não faça essa abominação que eu odeio!”

A idolatria pode tomar forma em práticas de culto pagãos e Deus particularmente destaca seu ódio por essas práticas, dizendo que Ele odeia a adivinhação, a feitiçaria e a necromancia (Deuteronômio 18:10-12). Ele também odeia a astrologia, a adoração ao sol, à lua e às estrelas (Deuteronômio 17: 3-4), e outras práticas de culto pagãs, como sacrifício humano (Deuteronômio 18:10). A imagem é clara. Deus diz ao seu povo para adorar e como adorar e Ele despreza todos os desvios de seus desejos divinos. Deus espera que odiemos a idolatria com o mesmo grau de justa ira.

Por que Deus odeia a idolatria

Por que Deus odeia a idolatria? Deus odeia a idolatria porque ela é caluniosa, porque ela faz declarações falsas sobre a natureza e caráter de Deus. A idolatria proclama serem verdadeiras coisas que Deus afirma que são falsas. Ela inevitavelmente recria Deus na imagem do homem, diminuindo-o, esvaziando-o de sua santidade, de sua transcendência. Tozer explica muito bem: “Um Deus unigênito nas sombras de um coração caído vai naturalmente ser diferente do Deus verdadeiro.” Esse ídolo pode ser do tipo que podemos ver e tocar, um pedaço de pedra ou um toco de madeira. Pode também ser algo imaterial, mas agradável, como o sexo ou dinheiro. Esse ídolo pode até ser um culto perverso ao próprio Deus (ver Êxodo 32). Keller define um ídolo da seguinte maneira:

“É algo mais importante para você do que Deus, qualquer coisa que absorve seu coração e imaginação mais do que Deus, tudo o que você procura para te dar o que só Deus pode dar. … Um ídolo é qualquer coisa que você olha e diz, no fundo do seu coração, “Se eu tiver isso, então eu vou sentir que a minha vida tem sentido, então eu vou saber que tenho valor, então eu vou me sentir importante e seguro. … [Um ídolo] é algo tão central e essencial para a sua vida que, se você perdê-lo, você sentiria que não valeria tanto a pena viver.”

Deus odeia os ídolos, porque eles fazem declarações falsas sobre ele. Ele também odeia os ídolos porque eles nos danificam, nós, os portadores de sua imagem. Quando buscamos ídolos, buscamos coisas que nunca podem nos satisfazer e paramos de perseguir a única coisa que pode trazer satisfação completa e permanente. Como diz Packer, “Quando o objeto de homenagem é nobre, a rendição da homenagem é enobrecedor; mas quando os objetos de homenagem não são nobres, a homenagem é degradante”. A coisa mais degradante que podemos fazer como seres humanos é viver nossas vidas em busca de deuses vazios.

Você certamente já ouviu dizer que o coração é uma fábrica de ídolos. A história humana confirma isso. E em nossas casas, em uns poucos momentos de introspecção honesta, isso fica ainda mais claro. Somos todos idólatras. Como Deus, devemos desprezar a idolatria pelo que ela diz sobre Deus e pelo que ela faz conosco.

Julgamento de Deus sobre idólatras

Se Deus odeia os ídolos e a idolatria, não devemos ficar surpresos ao saber que ele lida com os idólatras da maneira mais dura. E, de fato, sob a lei do Velho Testamento, aqueles que adoravam deuses estrangeiros eram condenados à morte (veja Deuteronômio 13:10-11). No Novo Testamento, lemos algo ainda mais terrível: “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus” (1 Coríntios 6:9 -10). Idólatras perdem a bênção de Deus e o seu lugar no seu reino eterno. O fim deles é a condenação.

Esperança para idólatras

Deus odeia os ídolos e a idolatria, mas ainda há uma boa notícia para os idólatras. Se 1 Coríntios 6:9-10 fornece o aviso, o versículo seguinte fornece a esperança: “Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus”. Membros daquela igreja tinha sido idólatras. Eles adoraram falsos deuses, ajoelhando-se aos ídolos. No entanto, Paulo pôde dizer que isso era parte do passado. Eles tinham aprendido o que todos nós devemos aprender: Cristo morreu por idólatras. Há perdão para os idólatras se eles adorarem a Deus Pai por meio de Cristo Jesus, seu Filho.

Nós logo aprendemos que não é suficiente destruir um ídolo. Temos de substituí-lo. Devemos substituir a nossa adoração a falsos deuses por um culto ao verdadeiro Deus. Isso é o que os cristãos de Corinto fizeram. Eles encontraram o evangelho de Jesus Cristo, colocaram sua fé nEle, receberam o perdão e foram habitados pelo seu Espírito. Deus oferece essa mesma esperança para você. “Portanto, meus amados, fugi da idolatria” (1 Coríntios 10:14). Fugi da idolatria fugindo para Cristo Jesus.

Versículos-chave sobre idolatria

Se você gostaria de se envolver em algum estudo mais aprofundado, aqui estão os versículos-chave sobre o ódio de Deus à idolatria.

Deus odeia os ídolos e até mesmo os materiais utilizados para formá-los (Deuteronômio 7:25)

Deus odeia a adoração ao sol, à lua e às estrelas (Deuteronômio 17:3-4)

Deus odeia o sacrifício humano (Deuteronômio 18:10)

Deus odeia adivinhação (Deuteronômio 18:10)

Deus odeia a feitiçaria (Deuteronômio 18:10)

Deus odeia os encantamentos (Deuteronômio 18:11)

Deus odeia a bruxaria (Deuteronômio 18:11)

Deus odeia a mediunidade (Deuteronômio 18.11)

Deus odeia a necromancia (Deuteronômio 18:11)

Deus odeia a idolatria (Jeremias 44: 2-4)

Deus exige que os idólatras sejam condenados à morte (Deuteronômio 13:10-11)

Deus ordena que fujamos da idolatria (1 Coríntios 10:14)

Deus oferece o perdão para os idólatras (1 Coríntios 6:9-11)


Fonte:
Reforma 21 - Tim Challies
Tradução Kimberly Anastacio
Original neste link


Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.