Header Ads

Pense como Jesus pensa


Ao passar das águas do Jordão para as areias da Judeia, a gente sabe o que Jesus não fez, mas não sabe o que Jesus pensou. Jesus não fez o que o diabo queria, mas será que pensou em fazê-lo? Jesus pensou em transformar pedras em pães? Jesus pensou em pular da parte mais alta do templo? Jesus pensou em ficar de quatro diante do diabo?

Talvez você pense que Jesus pensou em fazer todas essas coisas. Penso que Jesus não pensou. Vou dizer a razão de pensar assim. Para Jesus, pensar em fazer é tão sério quanto fazer. Lembra do ensino dele sobre fazer sexo com a mulher do outro? Disse, no sermão do monte, que pensar em fazer sexo com a mulher do outro é tão grave quanto fazer sexo com a mulher do outro.

O que dizer diante disso tudo? Leve muito a sério o que você pensa, ainda mais se vive um momento de transição, isto é, se acabou de passar das águas do Jordão para as areias da Judeia! Sabe por quê? Porque nas areias da Judeia, quando não há o que havia nas aguas do Jordão – céu aberto, Deus falando, Espírito descendo – o risco de pensar no que jamais pensou em pensar é grande.

O que nunca ousou pensar antes de estar nas areias da Judeia, você pensa quando está nelas. Você nunca pensou o que pensa agora, que é inútil jogar de acordo com as regras de Deus, mas depois de viver tanto tempo nas areias da Judeia, tanto que nem se lembra mais como é viver nas águas do Jordão, pensa nisso o tempo todo.

Não quero assustar você, mas caso não mude a sua forma de pensar, corre um sério risco de romper não apenas com o seu Deus, mas com todas as regras dele. E você pode mudar, sabia? Pode porque você não traz em você apenas a mente do primeiro Adão, com o vírus da queda. Você traz também a mente do último Adão, sem o vírus da queda. Você possui a mente de Cristo! Você pode, então, pensar como Cristo pensa. Pense nisso!

Fonte:
Sou da Promessa - Genilson Soares da Silva

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.