Header Ads

Não seja derrotado pelo fracasso


Muitas são as maneiras pelas quais fracassamos, e nunca se arriscar, seguramente, é uma delas.

Pedro estava rodeado de espessas trevas e muita solidão. As autoridades queriam saber quem eram os seguidores de Jesus, até porque havia a promessa de uma recompensa para quem os denunciasse. Eu imagino Pedro, num canto, com a cabeça entre os joelhos, recordando a tolice que havia cometido. Com certeza, lembrou-se da conversa que teve com Jesus.
– Mestre, ainda que me seja necessário morrer contigo, de modo algum te negarei. Jesus foi enfático:
– Em verdade te digo que esta noite, antes que o galo cante, três vezes me negarás.
Pedro se distraiu, e, quando foi identificado como um seguidor do Nazareno, temendo pela sua vida, negou: “Não sei o que dizes”, “Não sou, juro que não sou!”, “Não, não sou eu. Nunca vi aquele homem”.

Muitos foram os erros de Pedro, mas este foi o maior de todos. Provavelmente, poucos de nós já passaram por experiência tão amarga. Pedro não negou Jesus. Negou a sua história, negou a vida; ele fracassou.

O fracasso faz parte da experiência humana. Todos nós estamos sujeitos ao fracasso. Equivocadamente, muitos acreditam que nunca fracassam. Todos nós falhamos, porque temos uma personalidade repleta de limitações. Fracassos podem ocorrer em nossa vida. Mas o maior problema consiste em não saber lidar com ele. A queda não é símbolo de fracasso. Fracassar é cair e permanecer no chão. Tornar o fracasso em sucesso significa que não apenas temos de levantar, mas também decidir melhorar. Nélio da Silva afirma: São os fracassos que dão o combustível para uma vida bem sucedida.

Quando a nave espacial Challenger explodiu, no dia 28 de Janeiro de 1986, tirando a vida de sete astronautas, muitos previram que, ali, estaria o fim daquele programa espacial. Porém, na ocasião, o presidente Ronald Reagan se dirigiu à nação americana e disse essas palavras: “O programa espacial irá continuar. O futuro não pertence aos abatidos e desencorajados, mas, sim, aos corajosos e persistentes”.

Os nossos fracassos são as oportunidades de Deus: “e ele me disse: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Por isso, de boa vontade antes me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo”. (IICoríntios 12:9).

Conta-se que Thomas Édson, ao ser confrontado por sua esposa que lhe disse: “Você ainda não se convenceu? Já fracassou mil vezes tentando fazer uma lâmpada elétrica!”, responde: “Eu não fracassei mil vezes, pelo contrário, fui bem sucedido, provando mil formas de não se fazer uma lâmpada elétrica”. Como disse outra vez, o apóstolo Paulo: “Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas vou prosseguindo para ver se poderei alcançar aquilo para o que fui também alcançado por Cristo Jesus”. Filipenses 3:12


Reflita: O fracasso de ontem, não anula o triunfo do amanhã.



Anônimo



***

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.