Header Ads

Curriculo sem fidelidade não é nada

Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; (Romanos 6:12)

Publicado originalmente em Cálice de Vida

Por Edmilson Mendes

Nome: David Petraeus. Idade: 60 anos. Estado civil: casado. Experiência profissional: artífice da estratégia que permitiu aos Estados Unidos saírem do atoleiro iraquiano de cabeça erguida, general mais destacado de sua geração, atuou no exército americano e, por último, como diretor da poderosa agência de inteligência americana, a CIA. Porém, ele adulterou.

O currículo acima é ótimo, mas sem fidelidade perde o valor. A folha corrida de anos prestando excelentes serviços, perdeu posições por conta da informação final a respeito do adultério praticado. Alguns poderão achar fria e calculista tal situação, outros podem julgar tudo muito injusto, mas é assim que é independente de opiniões contrárias.

Veja as palavras do próprio David Petraeus: Um comportamento como esse é inaceitável. Depois de mais de 37 anos de casamento, demonstrei uma enorme falta de juízo ao me envolver em uma relação extraconjugal. Ontem à tarde, eu fui à Casa Branca e pedi ao presidente que aceitasse minha renúncia do cargo de diretor da CIA por razões pessoais. O presidente aceitou.

Segundo analistas, casos extraconjugais são considerados problemas insolúveis para a segurança de autoridades e oficiais que trabalham com informações sigilosas, pois abrem brechas para chantagens e ameaças para se conseguir acessos a dados secretos e até manipulação de informações fatais.

Percebeu o enrosco? A infidelidade de um momento colocou todo um currículo a se perder. A modernidade proclamada de todas as formas e em todos os lugares por nosso velho mundo, não consegue livrar-se do conceito sagrado de fiel e infiel. E é sagrado porque vem dAquele que é Fiel. A fidelidade agrada muito mais a Deus do que centenas de sacrifícios oferecidos de forma infiel.

Fidelidade respeita alianças, pactos, votos. Quebre as promessas de fidelidade e tudo se perde. Nem todo mundo é diretor da CIA para ser mundialmente exposto na mídia. Mas todos têm uma área de atuação e influência, e aí a exposição fatalmente virá, repetindo-se a constante lei da colheita conforme a semeadura. Pergunte a cônjuges que entraram pelos caminhos da infidelidade, sempre que descobertos os processos de perdas foram inevitáveis.

No capítulo cinco e versículo um de II Reis, lemos o belo currículo de Naamã. Ao final, após uma vírgula, encontramos sua desvantagem, ele era leproso. Não se trata de infidelidade, mas o processo para a cura dele pode ser o nosso. Ele precisou obedecer humildemente a ordem de Deus para alcançar o favor do Senhor. Hoje, eu e você, precisamos obedecer humildemente a Cristo, vivendo na fidelidade ensinada por Ele, caminho seguro para mantermos um currículo que primeiramente o agrade, e depois beneficie a cada um de nós com relações saudáveis, transparentes e equilibradas.

Paz!

Fonte: Sou da Promessa | Compartilhado no PCamaral

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.