Header Ads

Fugindo de Deus



A história do profeta Jonas, o profeta “reclamão”, apresenta muitos fatos interessantes que devemos observar. É muito engraçado, mas desde Adão o homem tem o mesmo padrão de comportamento: Peca e foge de Deus.

É interessante notar que a Palavra de Deus nos diz: “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça”. Isaías 59:2.

Mas como o pecado pode fazer essa separação? A primeira coisa que o pecado faz é justamente isso: nos afasta, nos separa de Deus. Sempre que o homem peca a tendência humana é uma só: fugir de Deus.

Adão e Eva estavam acostumados com a visita de Deus todos os dias ao entardecer; mas no primeiro dia após o pecado a atitude foi uma só: fugir da presença de Deus. Mas Deus não quer nos ver fugindo, Ele diz: “Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas ninguém há que clame pela justiça, nem ninguém que compareça em juízo pela verdade”. Com o profeta Jonas não foi diferente... Ele tentou fugir de Deus.

Quantas vezes nós também não tentamos fugir de Deus? Vocês já repararam que quanto mais fora de sintonia, ou mais fora de comunhão estamos com o Pai mais fica difícil orar, ler a bíblia ou jejuar. Parece que entramos num sono espiritual, e não queremos ser acordados. O Espírito Santo nos toca dizendo você precisa orar: mas nós arrumamos mil desculpas. Leia a palavra! Mas não sobra tempo.

Interessante como sobra tempo para assistirmos Big Brother ou Novelas, ou mesmo ir a um cineminha, mas ler a palavra... dá tanto sono. Fugimos tanto desta responsabilidade alegando não ter tempo livre que só nos sobra livre o tempo de dormir.... ah, mas estou tão cansado... preciso dormir.... e mais uma vez renegamos a leitura bíblica. Quando fazemos isso começamos a morrer espiritualmente: “o meu povo perece por que lhe falta conhecimento” (Oséias 4:6).

Jonas teve uma missão importante: levar uma mensagem de arrependimento aos moradores de Nínive. Claro ele não sabia disso, achava que tinha que levar uma mensagem de destruição, mas Deus na verdade não queria destruir aquele povo. Queria salvar!

Parece difícil a missão de Jonas? Ou perigosa? Chegar em uma cidade estranha e gritar: o fim está próximo.... Deus se cansou da maldade de vocês e vai destruir essa cidade! Imaginem que não era simples a missão de Jonas.

Graças a Deus que nossa missão é mais fácil. Temos que chegar nas pessoas e dizer: Cristo pagou todo seu pecado. Ele morreu por você sem nem ao menos você conhecê-lo ou amá-lo. Ele fez isso porque quer que você viva e viva com abundância. Esta mensagem é muito mais suave que a de Jonas. O objetivo das duas mensagens é o mesmo, pois provem de Deus: Salvação.

Mas assim como Jonas tentou fugir dessa responsabilidade, nos também tentamos fugir. Jonas não tentou fugir apenas da responsabilidade, ele fugiu porque estava desagradando a Deus. Ao desobedecer a ordem de Deus, o pecador Jonas achou melhor fugir, melhor que encarar Deus. Entretanto, o fugir de Deus apenas nos leva a conseqüências desagradáveis.

Quando fugimos de Deus nossa vida só desce, é como um abismo, caímos espiritualmente, vejam Jonas: “Jonas se levantou para fugir... então desceu a Jope, entrou num navio que ia para Tarsis, desceu para dentro do navio. O mar então começa a se agitar... Jonas desceu para o porão.”

Irmãos, fugir de Deus é isso: é um abismo profundo! Quando vamos dar o primeiro passo para pecarmos até parece que estamos em vantagem, que estamos de pé; veja Jonas levantou-se; mas depois foi só queda e ruína. E pior, quem foge de Deus, dorme profundamente... não percebe o que está acontecendo a sua volta: “Jonas, porém, desceu ao porão do navio, e, tendo-se deitado, dormia um profundo sono”.

Jonas o profeta folgado, dormia um sono profundo enquanto todos clamavam pelas suas vidas. Claro, nem assim Jonas se arrependeu, poderia, ao ver o desespero dos tripulantes do navio, orar imediatamente a Deus e dizer: Pai perdoa-me! Mas ele preferiu continuar fugindo. Então caiu mais um pouco (Abismo), foi lançado para dentro do mar, e enquanto descia, ou submergia nas águas, desceu para dentro da barriga de um peixe.

Então, Jonas lá no fundo do abismo, no escuro clama: “Porque me lançaste no profundo...” (Jonas 2:3). Mas foi Deus quem lançou Jonas no profundo? No abismo? Ou ele mesmo desceu até lá?

Assim na nossa vida, podemos escolher fugir de Deus e cair cada vez mais na nossa vida espiritual, ou olhar para Ele através de Jesus e dizer: Pai, estou aqui, pequei contra Ti! Mas creio na tua palavra que diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”(I João 1:9).

Creio que tenho um advogado no céu: “e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo”. (I João 2:1)

Hoje é dia de sair do abismo do pecado, de se levantar, de procurar Deus, de reatar sua vida com Ele. Chega de fugir, chega de evitar um encontro com Deus.

Ele te espera de braços abertos!



Fonte:
Ricardo Radighieri Rascado


Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.