Header Ads

Nada a ver tem tudo a ver

Por Pr. Edmilson Mendes

Houve um tempo em que existiam coisas certas e coisas erradas. As coisas certas eram o contrário das coisas erradas, as coisas erradas o contrário das coisas certas, e ninguém precisava recorrer à Corte Internacional de Haia ou consultar comissões de ética para saber a diferença entre umas e outras. Na vida pública brasileira, ao longo dos últimos anos, surgiu, uma terceira categoria: as coisas que não tem nada a ver. À primeira vista elas parecem tão erradas quanto o pecado original, mas, depois que recebem o carimbo de nada a ver, passam a desfrutar de absolvição automática e integral.
O parágrafo acima foi escrito por J.R. Guzzo na última página da Veja de 28.09.11. No texto ele tece uma crítica aos mandos e desmandos na política brasileira, onde a expressão NADA A VER passou a resolver e explicar as mais variadas falcatruas praticadas por nossos homens públicos.

O NADA A VER escrito por Guzzo tem tudo a ver. Quem dera esta terceira opção causasse estragos somente nas esferas políticas. Em praticamente todas as áreas da vida as coisas certas e as coisas erradas perderam a força de suas definições para a cômoda expressão que responde praticamente tudo sem nada explicar: NADA A VER.

Filho, o pastor mostrou biblicamente que este comportamento está errado. Filha, os riscos de sair com aquelas amigas é muito grande, o testemunho delas é péssimo. Aquele filme é carregado de pornografia e palavrão, quero que evitem. Diminuam o tempo de internet, está fazendo mal. Nunca mais voltem naquele lugar, é muito perigoso. Via de regra, a resposta para cada uma destas ordens e conselhos é: NADA A VER.

Não para aí. O NADA A VER encaixa-se em tudo. Pastores dizem: nada a ver aquela denominação, a nossa é que vai para o céu. Cônjuges dizem: nada a ver sua desconfiança, foi só uma reunião de trabalho com minha secretária naquele barzinho. O viciado diz: nada a ver essa pegação de pé, quando quiser eu paro. O homem sem Cristo diz: nada a ver esse papo de ser honesto, tá todo mundo roubando, traindo, falsificando e se dando bem.

O NADA A VER tem tudo a ver com a frieza espiritual, intelectual, social e afetiva que estamos vivendo. Elimine toda a indiferença do seu vocabulário e comece a valorizar o que é certo e eliminar o que é errado da sua vida. O benefício será todo seu. Você vai ver.

Paz!
***

Fonte: Sou da Promessa compartilhado no PCamaral

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Me reservo o direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.


..

Tecnologia do Blogger.