Header Ads

A obra do Espírito Santo na nossa vida e na vida da igreja.


Apenas ele nos ensina como deve ser a correta adoração a Deus

Somos totalmente dependentes de Deus. Esta dependência é o fundamento e a garantia de uma vida saudável e vitoriosa. Deus é de inteira confiança e não podemos ter nenhuma restrição ao depositarmos nossas vidas em suas mãos. Precisamos também buscar ter uma intimidade maior com o Senhor, pois é na intimidade com Deus que aprendemos coisas grandes e ocultas que não sabemos, conforme nos ensina o profeta Isaías (48: 6). Viveremos esta dependência e intimidade com Deus a partir do momento que abraçarmos a obra do Espírito Santo na nossa vida e na vida da igreja.

Hoje, de forma urgente, precisamos reconhecer o Espírito Santo. Entender que ele é a terceira pessoa da Trindade, o elo vivo que nos liga à Divindade e nos faz enxergar o grande amor do Pai na obra da expiação provida na cruz pelo Senhor Jesus Cristo.

Temos que buscar e receber o Espírito Santo, ser habitação dele. Ter o Espírito Santo em nós significa ter Jesus em nós. Os frutos da habitação do Espírito Santo em nós são evidentes pela transformação da nossa velha vida em uma vida espiritual, submissa à vontade de Deus, e quando permitimos que Jesus tome conta de nossa vida, produzimos de maneira natural os frutos do Espírito. (Gl 5: 22)

Devemos buscar a mudança com a ajuda do Espírito Santo. Quando o Espírito Santo controla nossa vida acontece um reavivamento de nosso relacionamento com Deus, com o cônjuge e com os filhos, com o empregador e com o empregado, e com os irmãos da igreja. Acontece uma reforma de nossos hábitos e costumes. Um verdadeiro reavivamento produz mudanças. Reavivamento é renovação espiritual, é viver do poder de Deus, é enxergar as coisas do ponto de vista de Deus. Mudança é reorganização de ideias e teorias, de práticas e hábitos.

É hora de cumprirmos a missão no poder do Espírito Santo. Ele convence e converte o pecador; ajuda na santificação e capacita o crente para o trabalho de Deus. Essa obra não é nossa, é de Deus, somos simples instrumentos em suas mãos para realizá-la. Através do Espírito Santo, a Palavra de Deus produz uma reação favorável que faz com que as pessoas reflitam sobre o plano de salvação. A verdade do evangelho levado pelo Espírito Santo ao coração do homem traz vida a sua consciência e transforma o seu ser,fazendo-o aceitar a justiça de Cristo e a considerar seu sacrifício na cruz.

Vamos adorar a Deus cheios do poder do Espírito Santo. O Espírito Santo nos ensina como deve ser a correta adoração a Deus. Com zelo pela Palavra do Senhor e obediência aos seus mandamentos. Ele (Espírito Santo) nos auxilia a aprofundar nosso relacionamento com o Senhor. Nos ajuda a praticar a comunhão fraternal e crescimento espiritual. A ter companheirismo e reverência, e prepara o cristão para sua vivencia diária em todos os aspectos da vida. Nos mostra que a obediência aos mandamentos mostra o grau de nossa relação com Deus e de nosso respeito a sua Palavra.

O crente fiel a Deus tem prazer em obedecer a sua Palavra e é fiel também nos dízimos e nas ofertas. Não adoramos a Deus com nosso dinheiro, mas adoramos a Deus com nossa vida e com nossa renda. O crente que aprende a depender de Deus passa o dia em sua presença se projetando para a eternidade e não tem dificuldade mo processo de santificação e nem em ser fiel na devolução dos dízimos e ofertas, sabendo que isso implica no crescimento da obra de Deus na terra.

Façamos o propósito de adorar a Deus a cada manhã, separando um momento de total dedicação, e sendo fiéis nos dízimos e ofertas.

Desejamos que cada irmão seja um mordomo santo de Deus. O mordomo santo é aquele que prioriza valores eternos, que vive na presença do Senhor Jesus Cristo em adoração e segue seu exemplo de comunhão com o Pai.

Vamos andar cada dia com Deus, e ver a vida na visão do Espírito Santo, desfrutar da riqueza da graça e se deleitar à luz da eternidade. Um crente convertido cada dia pelo poder da Palavra fará tudo o que o Senhor pede. Assim será cheio Espírito Santo que poderá nos usar no avanço da obra do Senhor.


Fonte: Autor Efraim Teixeira - Efraim Teixeira é Pastor e superintendente da Convenção Paranaense e integra a equipe do Departamento Ministerial – Convenção Geral. Via Portal IAP

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.