Header Ads

Maravilhoso Conselheiro



Por Rodolfo Garcia Montosa em Instituto Jetro

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro ... para que se aumente o seu governo ... (Isaías 9.6a, 7a)

Enquanto os nomes próprios utilizados nos nossos dias têm finalidade apenas para identificar a pessoa, os nomes bíblicos relacionados a Deus tiveram objetivo de descrever e qualificar seu caráter, suas motivações e suas qualidades. Dentro disso, o nome de Jesus ganhou o maior destaque de todos, pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai (Filipenses 2.9-11). Referindo-se a Jesus, o profeta Isaías teve a revelação que seu nome significa Maravilhoso Conselheiro. Mas o que o caracteriza assim?

O Maravilhoso Conselheiro está próximo

Antes de ser criado o mundo, Jesus já existia. Ele estava com Deus e era Deus. Mas, mesmo sendo Deus, Jesus se tornou um ser humano e morou entre nós, cheio de amor e de verdade. E nós vimos a revelação da sua natureza divina, natureza que ele recebeu como Filho único do Pai (João 1.1, 14b - NTLH). Cristo não se fez representar, mas veio pessoalmente para habitar em nosso meio. Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte - morte de cruz (Filipenses 2.6-8 - NTLH). Porque veio, conhece nosso mundo, nossas circunstâncias, sabe a respeito da natureza humana, conhece o inimigo, percebe tudo ao redor.

Mesmo depois de sua ascensão aos céus, continuou interagindo conosco através do Conselheiro, o Espírito Santo, que nos ensina todas as coisas e nos faz lembrar tudo o que ele disse (João 14.26). Porque ele está perto de nós, sob as suas vistas recebemos conselhos sobre qual caminho devemos seguir (Salmo 32.8) e, quando nos desviarmos para a direita ou para a esquerda, nossos ouvidos ouvirão atrás de nós uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andem por ele (Isaías 30.21).

O Maravilhoso Conselheiro tem sabedoria

É inerente a um bom conselheiro ter sabedoria, senão não seria bom conselheiro. Mas Jesus vai muito além. Ele é considerado Maravilhoso, ou seja, suas qualidades transcendem em muito os limites da compreensão humana. Nas palavras do Anjo do Senhor: meu nome é maravilhoso, está além do entendimento, meu nome é um mistério (Juízes 13.18 RA, NVI, NTLH). Cristo é a sabedoria de Deus (1 Coríntios 1.30). Nele todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos (Colossenses 2.3).

O próprio profeta Isaías predisse: O Espírito do Senhor estará sobre ele e lhe dará sabedoria e conhecimento, capacidade e poder (Isaías 11.2 - NTLH). Porque ele é a própria sabedoria e nele reside todo o conhecimento (Provérbios 8.12, 14), o Senhor pode distribuir sua inteligência a todo que o buscar (Provérbios 2.6,7). Por isso, se alguém tem falta de sabedoria, peça a Deus, e ele a dará porque é generoso e dá com bondade a todos (Tiago 1.5 - NTLH).

O Maravilhoso Conselheiro nunca descansa

O Senhor nunca dorme nem cochila (Salmo 121.3, 4). E por isso ele pode, hoje e sempre, salvar as pessoas que vão a Deus por meio dele, porque Jesus vive para sempre a fim de pedir a Deus em favor delas (Hebreus 7.25 - NTLH). Ele é nosso grande intercessor (Romanos 8.34; Hebreus 9.24), nosso melhor amigo (João 15.13-15), nosso guia até a morte (Salmo 48.14). O salmista percebeu isso de uma maneira extraordinária, declarando: Bendigo o SENHOR, que me aconselha; pois até durante a noite o meu coração me ensina (Salmos 16.7).

Você tem alguma decisão importante para tomar? Tem alguma dúvida que tem perturbado sua mente e coração? Tem sofrido pela falta de sabedoria em seus relacionamentos, trabalho, ou estudo? Busque como o salmista: Tu me guias com os teus conselhos e no fim me receberás com honras (Salmo 73.24) Além de nos guiar, nos recebe com honras? Isso retrata a generosidade de nosso Maravilhoso Conselheiro. Porque Jesus é assim, devemos nos entregar ainda mais a ele para que se aumente o seu governo em nossas vidas.




Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.