Header Ads

O Evangelho da Bíblia e o nosso Evangelho

Alex Ribeirão


No evangelho da Bíblia aparece todo tipo de gente. Gente quebrada pela vida, gente que perdeu a dignidade, gente detonada por satanás, gente com crise existencial, gente sem perspectiva, gente perdida. Então, a boa noticia personificada, Jesus Cristo, se revela e restaura, dá razões pra viver, busca os perdidos; os faz ter prazer de viver integralmente para Deus. Daí também há gente transformada, gente impactada por suas palavras certeiras, gente que se arrepende e chora; gente que tem de volta a honra, o respeito e o desejo de viver.

O evangelho da bíblia mostra um Cristo pessoal. É o salvador do mundo. A Grande noticia! Porém, é pessoal. Está perto das pessoas, falando com elas, comendo com elas, dormindo em suas casas, sorrindo e chorando com elas, é um Cristo atencioso aos problemas, um Jesus que olha no olho, e ama as pessoas, que acompanha as conquistas e ainda os desastres da vida.

O evangelho da Bíblia é um evangelho responsável. Nós, seres humanos, transformamos as “boas notícias” apenas em noticias de prosperidade, de exigência, de determinação, de conforto, de declarações positivas. O Evangelho da Bíblia vai além de todas essas coisas. Revela um Jesus que fala sem rodeios, que corrige e disciplina, que dá duras lições quando necessárias, que convida a acompanhá-lo, ao mesmo tempo em que deixa bem claro o quanto isso seria difícil, e mesmo assim, o evangelho da bíblia é lindo, as boas noticias, são excelentes. Um evangelho interessante, porém, desinteressado, que abençoa ao mesmo tempo em que ensina, que não se envergonha de, e nem envergonha a Cristo, que expõe a religiosidade e a hipocrisia de alguns, um evangelho que não mascara, que não negocia, que é sério, é o evangelho da cruz.

O Evangelho da Bíblia é atual. O evangelho vivido lá atrás pelos discípulos se torna apenas uma historia bonita se não for vivido por nós hoje. Gostaria de chamá-lo de “o nosso evangelho”. Não entenda aqui por "nosso", toda a distorção religiosa do nosso tempo, mas entenda como “nosso” algo pessoal e atual. O nosso evangelho não é e nem pode ser outro evangelho, é o mesmo da bíblia, entretanto acontece hoje, não é novo, mas se constitui a cada dia em novidade de vida. O nosso evangelho, não são apenas quatro livros que falam daquilo que aconteceu entre Jesus e alguns homens, mas precisa ser aquilo que deve acontecer entre nós e Jesus agora.

Nós somos desafiados! O evangelho da Bíblia é bom. O nosso evangelho será de fato bom, se formos pelo menos como os discípulos, vivermos e sentirmos o que eles sentiram, se formos impactados e transformados como eles foram, atraídos por Jesus, dispostos e humildes, aprender como eles, errar, cair e se levantar como eles.

Sob a graça de Deus, nós conseguiremos!

Que Deus nos abençoe!

***

Texto devocional de autoria do pastor Alex Ribeirão adaptado por PC@maral para o blog.

Nenhum comentário:

Todos os comentários serão moderados. Comentários com conteúdo fora do assunto ou do contexto, não serão publicado, assim como comentários ofensivos ao autor.

Tecnologia do Blogger.